Motivação & Estratégia
Por Gilclér Regina
25/01/2007


Fui buscar inspiração na história da Batalha de Tsushima e os equívocos do Czar Nicolau II que achou que poderia invadir o Japão e desviar a atenção da nação para seus problemas econômicos e domésticos.
Estratégia errada. Vaidoso, o Czar insistiu para que a frota russa fosse composta de todas as embarcações disponíveis, incluindo navios antigos e decrépitos e iates reais inadequados para o alto mar.
O almirante e aristocrata russo Zinovy Petrovich Rozhestvensky referia-se aos japoneses como “aquele povinho de para sóis de papel”.
Viajaram quase um ano para guerrear... E perderam a guerra em um dia.
Os japoneses deixaram os russos atravessarem o Estreito de Tsushima durante o dia e então, no entardecer do dia 27 de maio de 1905, o almirante japonês Heihachiro Togo deu a ordem de ataque.
Os russos tiveram 4.380 soldados mortos, 1.862 feridos e 5.917 foram feitos prisioneiros... Os japoneses tiveram 117 baixas e 583 feridos.
Qual o erro estratégico nesta história? A falta de estratégia neste caso foi o maior erro e ainda dois fatores vitais na história, o menosprezo para com o adversário e a motivação errada para o ataque, a mentira, o fato de querer “desviar a atenção da opinião pública para os seus verdadeiros problemas”.
Pessoas assim olham-se no espelho, murcham a barriga e saem dizendo que está “tudo bem”. Mentem para si mesmas.
Como a mentira tem perna curta e não trás resultado verdadeiro, apenas 12 anos depois o Czar Nicolau II foi destituído do poder pelos Bolcheviques em 1917 - assista o filme ou leia o livro Dr. Jivago.
O senso comum nos ensina que a melhor maneira de adquirir experiência é aprendendo com os erros, nossos e dos outros.
O maior erro na liderança é ausência de decisão e de ação.
Como eu disse inicialmente, uma empresa não quebra hoje... Quebra cinco anos antes.
Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

Gilclér Regina é Consultor, Escritor e Palestrante no Brasil e exterior. autor de livros e CD's que já atingiram a marca de 4 milhões de unidades comercializadas. Realiza mais de 100 palestras por ano em Convenções de Empresas. Tem formação em Dinâmica Humana pelo The National Value Center- Texas-EUA, em TQM pelo ASQC American Society for Quality Control-Winsconsin-EUA curso de Desenvolvimento e Gestão Humana pelo The Graves Technology. É presidente da empresa CEAG Desenvolvimento de Talentos e Editora Ltda. É também articulista de aproximadamente 300 revistas, jornais e sites. Uma pessoa de origem humilde que tornou-se um dos Conferencistas mais procurados para os eventos e convenções no Brasil. Site: www.ceag.com.br