O Mercado das Parcerias
Por Thiago Cabrino
22/01/2003

Dentro de uma avaliação geral do mercado, tanto de produtos como de serviços, podemos observar que parcerias estão se tornando comuns para o crescimento e desenvolvimento de muitas empresas. Isto se dá através de uma estruturação interna, na qual são instituídos departamentos responsáveis diretamente por funções vitais, com profissionais cada vez mais capacitados para desenvolver trabalhos direcionados para cada uma das linhas de produtos/serviços, podendo analisar o mercado de acordo com sua evolução.

Um bom exemplo desta prática de divisões especializadas são os profissionais de trade market, que são responsáveis por estudos, análises e aprofundamentos dentro de cada linha da empresa, onde poderão apontar as qualidades que serão apresentadas ao público consumidor, assim como os defeitos e erros existentes que devem ser corrigidos para que cada linha seja colocada no mercado com o máximo de qualidade e por conseqüência, suprindo a necessidade e os desejos criados pelos consumidores.

Este ciclo estende-se a todos os pontos de uma organização, desde os fornecedores de matéria-prima, passando pela produção, comercial, distribuição, até chegar ao consumidor final. A tendência do mercado atual é oferecer o máximo em qualidade, para que os consumidores tornem-se cada vez mais fiéis. Porém, para que isso ocorra de forma coerente, as parcerias são concretizadas para que cada um dos pontos possa ser executado com o máximo de direcionamento e resultado.

Este trabalho de parceria será diretamente realizado entre os profissionais das empresa parceiras, que através de estudos e análises conjuntas, entre os setores de planejamento e desenvolvimento da comunicação dos produtos aos seus prospects, poderão trazer resultados significativos.

Podemos observar que o mercado moderno vem passando constantemente por evoluções e modificações, que acarretam num alto aperfeiçoamento e profissionalismo das organizações, tanto em sua constituição interna, como na divulgação de seus produtos e serviços.

Deste modo, com a parceria firmada entre as empresas, poderão ser realizadas ações altamente competitivas, através de práticas de trabalhos voltados aos inputs e outputs que compõem a operação das empresas. Estes serão fruto de uma análise mais específica junto às variáveis do macro ambiente e estarão associados diretamente aos ambientes em que os produtos estarão presentes.

Além destas, observamos também as ferramentas de marketing, como os produtos oferecidos, os preços praticados, os canais de distribuição e principalmente as promoções e divulgações que poderão ser realizadas, buscando atingir as metas e os objetivos que serão firmados previamente entre os profissionais das empresas.

Cada um dos 4 P’s apresentados pode ser analisado de duas formas: individualmente ou coletivamente, pois embora ambas as análises encontrem-se dentro de um processo, elas possuem bases particulares que farão parte de um todo. Estas ferramentas de marketing, irão auxiliar no desenvolvimento deste processo, principalmente na troca de informações entre os profissionais, que estarão vivenciando diariamente o processo da empresa e desenvolvendo trabalhos voltados à estudos direcionados ao processo interno e também na busca de novidades e tendências deste segmento. Em contrapartida, o casar das informações, com este estudo realizado, servirá para direcionar a comunicação que deverá ser aplicada, para atingir diretamente o target da empresa.

Cabe salientar, que a priori, toda e qualquer parceria deverá passar por etapas evolutivas de acordo com os trabalhos realizados e objetivos alcançados, podendo se estender dentro de um cronograma de trabalhos direcionados. O schedule poderá ser melhor planejado após definições presentes nas reuniões entre as empresas, nas quais serão definidas as metas e os objetivos.

Assim, as parcerias firmadas tendem a produzir ótimos resultados que serão diretamente focados nas atividades daquilo em questão, aperfeiçoando suas atividades e divulgação para alcançar um crescimento não só financeiro como também na sua organização e no seu mercado.