A dois passos do paraíso
Por Rogerio Martins
24/09/2008

Hoje lembrei daquela música em que dizia: estamos a dois passos do paraíso. Isso me fez pensar que o paraíso é aqui. O paraíso é agora. E mais, o paraíso é diferente para cada um.

No livro "O Poder do Agora", Eckart Tolle traz uma luz (nada simples) sobre a necessidade de darmos atenção ao agora. Ao momento presente. Diz ele que ficarmos presos ao passado nada nos acrescenta.

Nos programas de administração do tempo e eficácia pessoal que apresento em diversas empresas, proponho um exercício onde os participantes devem distribuir um valor de 0 a 100 entre passado, presente e futuro. A somatória dos valores dos três tempos deverá ser 100. Cada um indica quanto cada período tem importância em suas vidas. Exemplo: passado - 50; presente - 20; futuro - 30. Este exemplo não é por acaso, mas uma reprodução da maioria dos casos que já tivemos.

Na maioria das vezes as pessoas representam maior valor ao passado ou ao futuro. Poucos valorizam mais o presente. O fato é que aqueles que ficam presos ao passado, recordando as alegrias ou amarguras da vida, não vivem o presente em sua plenitude. Escondem-se sob a sombra do que já passou e não abrem espaço para o novo. São como as pessoas que sofreram uma desilusão amorosa e não querem mais sofrer. Por isso, juram que nunca mais irão se envolver com ninguém. Vivem tristes, solitárias e depressivas.

Aqueles que carregam maior valor ao futuro criam expectativas muito amplas sobre algo que nem sempre estará sobre seu controle. Afinal, o futuro é apenas um plano, um sonho. Alguns elaboram tanto seus futuros que deixam de vivenciar o presente, pois somente serão felizes quando tiverem seus filhos, ou eles crescerem, ou eles se formarem na faculdade, ou quando eles se casaram, ou quando vierem os netos... e assim por diante.

Não estou pregando que devemos esquecer o passado ou não planejar o futuro, mas viver o presente. Simplesmente viver o presente. Contar com a experiência do passado é importante e ajuda a evitar certos erros. Planejar o futuro é motivador e estimulante. Agora, viver o presente é nosso maior trunfo, pois é nele que estamos. Pense nisso.

Rogerio Martins é Psicólogo, Consultor de Empresas e Palestrante. Especialista em Liderança e Motivação. Sócio-Diretor da Persona Consultoria e Eventos. Autor do livro Reflexões do Mundo Corporativo. Membro do Rotary Club de SP Santana (Distrito 4.430).