O Ciclo PDCA em Marketing
Por Rafael Mauricio Menshhein
24/11/2006


Um dos pontos mais comuns que leva aos erros dos marqueteiros no mercado é o total desconhecimento de ferramentas que possam ajudar e evitar tragédias em empresas, sejam elas grandes, médias ou pequenas, diminuir riscos e traçar com cuidado os objetivos e metas que devem ser alcançadas são apenas o início do processo que resulta no sucesso da organização.
Desta forma pode-se observar que inúmeras ferramentas estão disponíveis aos profissionais de Marketing, que com muitos estudos e dedicação usam-nas adequadamente e dão um retorno garantido de sucesso para a organização dentro da competitividade de mercado, uma destas ferramentas é o ciclo PDCA, também conhecido como ciclo de Shewhart ou ciclo de Deming.
Este ciclo foi criado por Shewhart, mas foi divulgado por Deming, sendo implantado no Japão após a guerra, e cabe a Deming a honrosa menção de aplicar efetivamente seu uso.
O ciclo PDCA têm como princípio tornar mais ágeis e claros os processos de gestão, fazendo com que cada um dos seus 4 passos sejam importantes e tenham uma conexão aprofundada entre suas formulações e usos, deixando bem claro que não há como elaborar um ciclo PDCA sem uma de suas partes.
O ciclo é aplicado principalmente nas normas de gestão e deve ser utilizado em qualquer empresa de forma a garantir o sucesso nos negócios, independentemente da área ou departamento, trazendo para dentro da organização a facilidade de observar quais melhorias podem ser realizadas, que ações tomar, como executar um projeto e planejar.
O ciclo PDCA inicia-se pelo planejamento, em seguida a ação ou conjunto de ações planejadas são executadas, checa-se o que foi feito, se estava de acordo com o planejado, constantemente e repetidamente (ciclicamente) e toma-se uma ação ou ao menos mitigar defeitos na execução.
Os 4 passos são os seguintes:

Plan (planejamento): estabelecer missão, visão, objetivos (metas), procedimentos e processos (metodologias) necessárias para atingir os resultados;
Do (execução): realizar, executar as atividades;
Check (verificação): monitorar e avaliar periodicamente os resultados, avaliar processos e resultados, confrontando-os com o planejado, objetivos, especificações e estado desejado, consolidando as informações, eventualmente confeccionando relatórios;
Act (agir): agir de acordo com o avaliado e de acordo com os relatórios, eventualmente determinar e confeccionar novos planos de ação, de forma a melhorar a qualidade , eficiência e eficácia, aprimorando a execução e corrigindo eventuais falhas.