Comunicação em Marketing

Por Rafael Mauricio Menshhein

12/12/2006

 

Desde o primeiro instante de planejamento, a presença da Comunicação se faz presente, traz consigo a obrigação de passar aos demais o que já foi definido, mas comunicar não é simplesmente passar uma Informação, todos sabem, ou deveriam saber, que a Comunicação existe quando ambos os lados conseguem entender-se, dentro de um nível aceitável e que possibilite a execução de um projeto.
Comunicar é expor uma idéia, um planejamento, um sentimento etc., dessa forma, em todos os dias está presente, desde o momento em que acorda-se até voltar a dormir, mas ainda assim há a Comunicação interna, os sonhos, então é possível que ela esteja sempre presente em nossa vida, seja tão importante quanto respirar e traga benefícios ao ser humano.
A Comunicação só é possível porque há um órgão emissor, um receptor, um “transporte” para o que fôra emitido, uma mensagem a ser enviada e um retorno ou resposta.
Os componentes da Comunicação são:
 
  • O emissor: para comunicar algo é necessário que alguém seja o início deste processo, é assim que iniciam-se conversas, aprendizados, ensinamentos etc.;
  • O receptor: este é o ponto necessário para que a Comunicação faça sentido, ter alguém do outro lado que receba a mensagem;
  • A mensagem: o que será informado, passado, dito, é fundamental que a mensagem seja clara, simples e objetiva, de fácil compreensão, pois deve existir a Comunicação em si por meio da mensagem e não a sua ausência;
  • O canal de propagação: aqui selecionam-se os caminhos para divulgar o que a mensagem traz, pode ser pessoal, por rádio, tv, Internet etc.;
  • O meio de Comunicação: pode ser feita por tv, rádio, Internet, carta, pessoalmente etc.;
  • O feedback: não há como comunicar sem resposta, o feedback irá deixar em aberto a possibilidade de sanar possíveis diferenças de compreensão, pontos que não estão bem claros para o receptor e os efeitos que podem causar, como por exemplo a não compreensão total de uma mensagem ou a ignorá-la por ter um conteúdo não condizente com o que se pretende comunicar;
  • O ambiente: sempre deve-se estar atento ao ambiente, cada um deles requer um método de Comunicação, para que a sua função principal seja cumprida e traga resultados positivos, não deve-se deixar para descobrir depois de comunicado que as pessoas daquele ambiente não puderam compreender o que havia na mensagem, seu grau de atenção não foi o suficiente porque haviam ruídos que interferiram no processo e o que foi captado não era de interesse geral.

Atualmente a tecnologia colabora, mais visivelmente, para que todo o processo seja facilitado, mas não garante seu sucesso perante o público-alvo, especialmente quando uma das etapas foi pulada porquê “não era necessária”.
Sempre há de se lembrar de que cada passo dado resultará em uma Comunicação mais eficiente, trará um resultado melhor, assim como antes de correr é necessário saber andar, para saber comunicar é necessário conhecer o processo por completo, mesmo que sua compreensão possa ser diferente da sua, por isso é que o processo de comunicar traz surpresas e deve ser feito principalmente com o feedback, para que tudo melhore continuamente e torne-se mais agradável ao consumidor.
Quanto mais um profissional de Marketing puder “falar a língua” de seu consumidor, mais próximo do sucesso estará, sem esquecer de que o feedback é o ponto de união entre o consumidor e a empresa, independentemente da sua positividade ou negatividade, pois sempre há o que melhorar.
Também deve-se segmentar a Comunicação, o produto não está disponível para todos, não é objeto de desejo de todos os consumidores, por isso deve chamar a atenção da pessoa certa, na hora certa e da forma certa, facilitando todo o processo de troca existente entre a organização e o público-alvo.
 

 


 




 

O portal do Marketing respeita seus visitantes e usuários. Leia aqui a Política de Privacidade