Controles de Variáveis em Marketing
Por Rafael Mauricio Menshhein
02/03/2007

Com as inúmeras possibilidades existentes no mercado, cabe a organização conhecer e controlar os ambientes em que está inserida, seja o ambiente interno ou externo, evitando surpresas que possam deixar sua fatia de mercado menor.
As variáveis internas são facilmente controladas, utilizando-se da matriz SWOT a empresa têm em mãos os pontos que pode controlar, que, caso seja necessário, necessitem alterações ou revisões para aperfeiçoamento.
Constantemente as organizações preocupam-se com seus concorrentes, consumidores, fornecedores, ou seja, o mercado, deixando de lado a observação daquilo que ocorre dentro de si e perdendo oportunidades de melhorar continuamente.
Todas as organizações devem utilizar ferramentas para apontar seus pontos fortes e fracos, mesmo que para muitos a empresa não possua pontos fracos, o que é um problema sério, tendo em vista que a concorrência estuda constantemente as organizações para descobrir brechas e oportunidades.
Como todas as empresas optam por ressaltar somente os pontos positivos ao mercado, acabam deixando-se levar pelos sentimento de invencibilidade ou que os concorrentes são incapazes de alcançar seu nível.
Mesmo com o controle das variáveis internas, pontos fortes e fracos, ainda existem vairáveis que a empresa não controla por completo, mas pode posicionar-se muito melhor ao conhecer o que está acontecendo fora de suas paredes.
Para que as oportunidades e ameaças sejam conhecidas, devem ser elaborados estudos constantes, uma boa Pesquisa pode auxiliar, entender as tendências que os dados apontam e transformá-los em informações úteis à organização.
Uma empresa pode ter um conhecimento mais aprofundado do mercado quando está disposta a estudar e conhecer mais profundamente a si e aos concorrentes, mesmo que o porte das organizações não seja o mesmo.
É fundamental que a empresa conheça variáveis como:

A matéria-prima usada;
Os colaboradores e sua importância para a organização;
O capital intelectual dos colaboradores;
Os objetivos da empresa;
Como melhorar o atendimento;
Atender perfeitamente o consumidor;
A evolução tecnológica que pode suplantar a organização no futuro;
Concorrentes;
Perfil do consumidor;
Políticas do governo que interferem na empresa;
Empresas mundiais;
Oportunidades observadas em pesquisas.

Cada empresa têm um composto de variáveis que devem ser avaliadas, muitas vezes um concorrente pode não estar situado no mesmo setor, por isso é importante que todas as pesquisas de mercado sejam feitas corretamente.
A melhor forma de controlar as variáveis é conhecer suas causas e efeitos, quando internas são mais fáceis de observar, por outro lado deve-se transformar a variável externa em uma variável controlável, conhecendo-a e compreendendo que ações devem ser realizadas para que ela se torne um fator positivo e traga melhoria contínua à empresa.
Os desafios em transformar o que é externo a organização em algo controlável são muitos, mas devem ser trazidos para a realidade organizacional e serem notadas antes da concorrência, para que a sua empresa obtenha uma vantagem no mercado, especialmente porque os estudos voltados para o mercado devem ser constantes.
Quando as empresas compreenderem que há oportunidade de controlar uma variável externa, poderão melhorar seu desempenho e atuar de forma mais consistente no mercado, atendendo os desejos e necessidades do consumidor.