A Distribuição de Informações em Marketing
Por Rafael Mauricio Menshhein
13/09/2008

Utilizar as mais diferentes ferramentas para manter um relacionamento com os clientes é visto como uma solução atual e que permite enviar informações aos interessados, mas o que muitas organizações deixam de lado neste momento é exatamente o cliente, pois acham que estão fazendo o certo.

Enquanto muitas empresas ainda passarem a maior parte do tempo achando que estão certas tomarão decisões equivocadas e farão um favor à concorrência, pois um cliente insatisfeito tende a mudar muito mais rapidamente sua opinião sobre os demais produtos ou serviços de uma empresa.

Então surgem pessoas que acham que incomodar o cliente é fazer Marketing de relacionamento, que encher as caixas de correio eletrônico é enviar informações úteis e ligar a qualquer hora é estar atento aos desejos dos clientes.

Mas o que muitas empresas não enxergam é que a escolha é do cliente, já que o cliente deixa a empresa sobreviver, seleciona os produtos ou serviços que deseja adquirir e busca informações em inúmeras fontes, e que em sua maioria não estão no controle das organizações.

Mesmo assim ainda existem empresas que pensam, que ouvem seus consumidores, oferecem a disponibilização de informações em inúmeros formatos e que são entregues conforme a escolha do cliente.

Mas para chegar neste nível de compromisso com as pessoas é necessário saber que muitas decisões não são tomadas dentro das empresas, os consumidores possuem mais poder, já que compartilham as informações com um número cada vez maior de pessoas, e isto gera uma necessidade voltada ao pensamento, mas as poucas empresas que conseguem filosofar compreenderão melhor o que ouvem de seus clientes.

Diante do conhecimento e do ato de pensar é possível enxergar soluções que atendam aos desejos dos consumidores, que apontem soluções diferenciadas e que permitam a troca de informações entre a empresa e seus clientes.

Como a comunicação é fundamental para empresas e pessoas é necessário conhecer muito bem qual será o canal que o cliente prefere receber informações, além de optar pelo Marketing permissivo.

Para oferecer as opções adequadas é necessário realizar pesquisas com os seus clientes, não há como seguir o que o concorrente faz sem estudar, a não ser que a empresa ache que todos os consumidores são idênticos e que desejam os mesmos produtos ou serviços de todas as empresas, sem parar para pensar que se isto fosse verdade não haveria a necessidade de concorrentes, pois uma única empresa atenderia ao mercado global.

Ao permitir que o cliente escolha a empresa descobre que pode oferecer muito mais quando enxerga o foco correto a utilizar, entende que cada consumidor é diferente do outro e passa a fazer o seu melhor para permanecer no mercado.