Estratégias para desenvolvimento de produtos em Marketing
Por Rafael Mauricio Menshhein
16/11/2006

Desenvolver produtos para um mercado não é simples quando não foram realizados estudos sobre o mercado que ali está, não existiu a preocupação por compreender os desejos e necessidades do consumidor, os marqueteiros diriam “é só produzir que vende”, mas um profissional de Marketing sabe que isto não é verdade, existem inúmeras variáveis que devem ser vistas e revistas, o aprendizado com o mercado sempre mostra o quanto há para ser aprendido e como ações impensadas ou mal planejadas tornam o fracasso presente na vida das empresas.
É por isso que um profissional de Marketing sempre busca por todas as informações, conhece o produto que vai vender posteriormente, faz testes, Pesquisas, conhece seu consumidor e não esquece dos concorrentes, o que para os marqueteiros é algo impossível, porque eles conseguem tudo porque “acham” o espaço no mercado.
Existem estratégias diferentes para cada momento, dependendo do tamanho da organização, sua capacidade criativa e produtiva, a Marca que possuem e os consumidores que tornaram-se fiéis aos produtos e à própria empresa.
Durante o planejamento o profissional de Marketing usará todos os dados disponíveis para que suas estratégias sejam as mais corretas, que tragam para o planejamento todas as respostas possíveis para as variáveis controláveis e também parte das variáveis incontroláveis, que podem influenciar diretamente no lançamento de um produto no mercado e especialmente quem é seu público-alvo.
Conhecer o mercado é um dos pontos que mais influenciam nas decisões do profissional de Marketing, essencialmente hoje percebe-se que a concorrência consegue produzir um produto similar ou até mesmo superior em pouco tempo, não há espaços para “achar” neste mercado, a competitividade faz com que os estudos constantes sejam valorizados e permitam que os profissionais de Marketing busquem os dados no mercado, transformando-os em informações importantes, mesmo que para isso sejam necessárias Pesquisas criadas pela própria organização, provando novamente que sem trabalho não há como ganhar mercado e dar ao consumidor um produto com excelentes qualificações e que atenda aos seus desejos.
As estratégias para o desenvolvimento de novos produtos podem ser de quatro tipos:
Estratégias ofensivas: adotadas por empresas que querem manter a liderança no mercado, estando sempre à frente dos concorrentes. É necessário investimento em Pesquisa e Desenvolvimento.
Estratégias defensivas: adotadas por empresas que seguem as empresas líderes. Evita custos com Desenvolvimento e não corre riscos entrando em novos mercados.
Estratégias tradicionais: adotadas por empresas que atuam em mercados estáveis, sem grande demanda por mudanças.
Estratégias dependentes: adotadas por empresas que não têm autonomia para lançar seus próprios produtos. Isto ocorre com subsidiárias ou empresas que produzem para outras (terceirização).