Fatores Culturais em Marketing
Por Rafael Mauricio Menshhein
17/12/2006


Uma organização sempre deve estar preparada para lidar com diferenças culturais entre países, estados, cidades e até mesmo bairros onde ofertam seus produtos, desta forma faz-se necessário um estudo aprofundado e sério dos fatores culturais que influenciam no processo e decisão de compra.
Logicamente este não é o único modelo de comportamento de compra, mas têm grande importância para o profissional de Marketing conhecer quem é o consumidor, quais as suas preferências de acordo com a região que receberá a oferta de seus produtos e como a empresa deve portar-se diante destes consumidores.
Dentro destes fatores, destacam-se:


Cultura: a cultura é o principal determinante do comportamento e dos desejos das pessoas, à medida que cresce, a criança adquire certos valores, percepções, preferências e comportamentos de sua família e de outras instituições, por exemplo uma criança é criada nos Estados Unidos e é exposta aos seguintes valores:

Realização e sucesso;
Eficiência e praticidade;
Progresso;
Conforto mental;
Individualismo;
Liberdade;
Humanitarismo;
Juventude.;

Subcultura: cada cultura é constituída por subculturas, que fornecem identificação e socialização mais específicas para seus membros, pode-se classificar como subculturas a partir da nacionalidade, religião, grupos raciais e regiões geográficas, muitas subculturas criam importantes Segmentos de mercado, e os profissionais de Marketing geralmente elaboram programas de Marketing e produtos sob medida para as suas necessidades;
Classe social: praticamente todas as sociedades humanas possuem estratificação social, a estratificação algumas vezes toma a forma de um sistema de castas, em que os membros de diferentes castas são criados de acordo com certas regras específicas e não podem mudar de casta, mais freqüentemente, a estratificação toma a forma de classes sociais, que não representam apenas a renda, mas também indicadores como ocupação, grau de instrução e área de residência, elas diferem entre si em vestuário, padrões de linguagem, preferências por atividades e lazer e em muitas outras características, as classes sociais têm várias características, como exemplo:

Duas pessoas pertencentes a uma mesma classe social tendem a se comportar de maneira mais semelhante do que duas pessoas de classes sociais diferentes;
As pessoas são vistas como ocupantes de posições inferiores ou superiores, de acordo com sua classe social;
A classe social é indicada por um grupo de variáveis - ocupação, renda, propriedades, grau de instrução, orientação de valores etc -, e não por uma única variável;
As pessoas podem passar de uma classe social para outra - para cima ou para baixo - durante a vida.

Segundo Kotler, as classes sociais são divisões relativamente homogêneas e duradouras de uma sociedade. Elas são hierarquicamente ordenadas e seus integrantes possuem valores, interesses e comportamentos similares.