Inclusão digital das MPEs
Por Sandra Turchi
07/06/2010

Nesse ano foi publicada uma pesquisa do Sebrae Nacional, realizada junto às MPE’s, na qual tive a confirmação sobre a postura das MPE’s que continuam otimistas e mantêm sua disposição em aumentar investimentos e contratações. Dentre os principais investimentos que tencionam realizar estão aqueles voltados para a realização de negócios via web, seja num mercado BtoB (business to business), BtoC (business to consumer), BtoG (business to government), entre outros.

Para isso, o investimento começa com conhecimento, pois sem ter o conhecimento adequado com certeza, os investimentos não serão os mais adequados.

Para iniciar qualquer atividade visando negócios na web o empresário deve contar com bons parceiros para apoiá-lo em seu processo de adaptação e para que possa avançar com maior velocidade, visto que, dada a enorme quantidade de atividades que ele já exerce, não conseguiria evoluir sozinho e também porque não possui equipes dedicadas a cada atividade, como marketing, TI, etc. Sendo assim, o único caminho viável é ter boas parcerias.

Se o empresário for se lançar a um projeto de e-commerce, por exemplo, pode contar inicialmente com organizações como a Associação Comercial de São Paulo – ACSP, a Camara-e.net, o Sebrae entre outros. A ACSP, por meio de um acordo com a Camara-e.net tem levado um programa aos microempresários paulistanos chamado Ciclo MPE.net, no qual o conhecimento é disseminado de forma prática, por meio de palestras de empresas que são experts em cada área de atuação.

Como exemplo disso, para o empresário iniciar seu projeto ele deve conhecer sobre registro de domínio da sua empresa virtual; tem que saber como proceder com relação à segurança do site e das transações financeiras que serão realizadas; precisa ter conhecimento sobre web marketing, ou seja, como se divulgar seus produtos nesse novo espaço, que ele ainda não domina; precisa ter acesso a soluções de logística para entrega dos produtos aos clientes; enfim, aprender sobre todos os pontos que são fundamentais para o bom funcionamento do seu negócio na web.

Está em desenvolvimento pela ACSP um projeto de inclusão digital no sentido de levar também facilidades para a aquisição de equipamentos e softwares às MPE’s, bem como uma certificação que dará maior legitimidade às empresas.

A ACSP possui um canal específico para tratar os parceiros interessados em oferecer produtos e serviços às micros e pequenas empresas, chamado ACSP-Benefícios, que negocia antecipadamente com esses parceiros para poder levar as melhores opções tanto nessa área digital, como também em outros aspectos necessários à operação das MPE’s, como seguro-saúde, vale alimentação, seguros em geral, etc.


Sandra Turchi é graduada pela FEA-USP, pós-graduada pela FGV-EAESP e MBA pela Business School São Paulo com especialização pela Toronto University e em empreendedorismo pelo Babson College em Boston. É superintendente de Marketing da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) instituição que administra o SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Site: www.sandraturchi.com.br - Twitter: http://twitter.com/SandraTurchi