Mercado, ações e indicadores de Marketing
Por Rafael Mauricio Menshhein
25/09/2007

Medir os resultados das ações de uma organização no mercado permite acompanhar o desenvolvimento das ações planejadas, cria um ambiente interno favorável, gera a motivação para que todos continuem a buscar um nível melhor e faz com que a empresa fique à frente da concorrência.
Algumas empresas não possuem o hábito de medir suas ações, suas campanhas são realizadas e os indicadores não são elaborados, o que faz com que muitos gestores imaginem que não é necessário investir em Marketing, propaganda ou qualquer ferramenta de comunicação.
Também é facilmente percebido que os investimentos são maiores quando a empresa está em uma posição melhor, quando os concorrentes ficaram para trás e a fatia de mercado da organização é maior, gerando um conforto para os gestores.
A comunicação, e suas diversas ferramentas, tendem a mostrar para seus clientes que a empresa dá a devida atenção àqueles que movimentam o mercado e permitem que a organização mantenha-se viva no mercado.
Mas com o passar do tempo, o ciclo de vida já chegando ao declínio, percebe-se que alguns gestores não mediram corretamente as suas ações e acabam por deixar os concorrentes tomarem o seu mercado.
Cada ação pode ser medida, por meio de pesquisas e de indicadores gerados dentro da própria organização, da mesma maneira que algumas empresas utilizam o BSC e que aproveitam as informações obtidas para gerar um desenvolvimento interno, das pessoas e seus conhecimentos e também dos processos.
Claramente cada organização pode criar suas ferramentas e indicadores para medir itens como:

· Satisfação dos clientes;

· Alcance das propagandas;

· Nível de atendimento;

· Aumento da demanda através da comunicação;

· Que mídias trouxeram mais retorno.

Os nomes e fórmulas utilizados em cada organização estão ligados diretamente à sua cultura interna, aos objetivos de cada ação e da capacidade de enxergar novas oportunidades.
Medir o mercado pode ser um processo trabalhoso, mas é muito melhor saber qual é a temperatura correta do que trabalhar com opções do estilo do “eu acho”, pois desta forma o saber consegue encontrar as soluções mais rapidamente, com base em dados concretos.