Profissional de Marketing
Por Rafael Mauricio Menshhein
13/11/2006

Sempre que alguém lida com Marketing é tratado como marqueteiro, mas não há como comparar um profissional de Marketing dessa forma, pois um profissional verdadeiro sempre tem conhecimento do que faz, toda a sua carreira é composta por estudos, aprendizado contínuo e muito mais do que simplesmente atrair consumidores e dar-lhes produtos descartáveis.
Um profissional de Marketing tem em a consciência de todos os resultados vindos de suas ações, tem como princípios respeitar o consumidor, a empresa e a ciência chamada Marketing, pois não há como deixar que pessoas despreparadas tomem postos tão importantes nas organizações, façam suas estratégias em “achismos” e pensem que o consumidor é um ser que deve ser tratado bem somente na hora da venda dos produtos.
Muito mais do que vender bem uma idéia, um projeto ou um novo produto, cabe ao profissional de Marketing estudar constantemente o mercado, saber de todas as variáveis que possam estar inseridas sobre as estratégias, campanhas e o produto em questão.
O Marketing é uma ciência que não tem como objetivo a exatidão, mas para chegar ao sucesso não basta apenas conhecer a ciência, deve-se usar com sabedoria tudo o que está disponível no mercado, copiar é muito fácil, roubar idéias dos outros é simples, mas ser um profissional de Marketing legítimo é duro e trabalhoso, faz com que os estudos sejam constantes, a busca por informações é parte do que mais agrada ao trabalhar com o Marketing, pois não existe sorte sem trabalho, e em 95% dos casos o Marketing funciona perfeitamente pelos estudos, conhecimentos, dedicação e sabedoria aplicadas em cada dado coletado.
As Pesquisas são vitais, de nada adianta saber elaborar um plano de Marketing sem conhecer o mercado-alvo, não basta simplesmente “achar” que isto ou aquilo dará certo, é questão de muito trabalho, busca por informações, conhecer o mercado, seus consumidores e também a empresa, não são pequenas variáveis que impedirão a implantação de um novo projeto, mas as pequenas variáveis são tão importantes quanto as grandes, deixar de lado qualquer variável é coisa de marqueteiro, e quem sofre é o profissional honesto, que trabalha duro e busca dar ao Marketing o Valor real, tratando-o não como um título, mas como a ciência que, como já foi mostrado aqui, está fazendo parte da vida dos homens desde a antigüidade.
Por mais que seja um trabalho duro, torna-se prazeroso ao realizar descobertas, é um exercício a mente, ao coração, não há como abandonar o princípio e tudo, cada passo é dado com muita segurança pelo profissional de Marketing, pois conhece muito bem o que está fazendo e traz consigo conhecimento adquirido ao longo do tempo, das Pesquisas elaboradas, do fazer o certo da forma certa e não “achar” ou ter “sorte”, porque achar não é ser competente, ter sorte é trabalhar duro e não simplesmente jogar com as coisas.
As pessoas têm dificuldades em separar o profissional de Marketing do outro termo, isto ocorre porque não possuem o conhecimento do que é Marketing e como ocorre em muitos casos não podem dar-se ao luxo de buscar informações sobre esta ciência para saber o quanto dela está inserida em seu quotidiano, mas não é percebida.
No Marketing não há mágica, há muito trabalho, dedicação, busca por conhecimento e muito respeito com o mercado e o consumidor, o achar fica para os outros.