Fale Conosco Política de Privacidade
   

 

Propaganda em Marketing

Por Rafael Mauricio Menshhein

24/12/2006

 

A Propaganda é uma das ferramentas promocionais mais conhecidas do Marketing, tanto que para muitos ambos são a mesma coisa, esta pequena confusão deve-se ao pouco conhecimento, especialmente o brasileiro, sobre a ciência Marketing e uma ferramenta chamada Propaganda.
Propaganda vem do latim moderno, quer dizer “para ser espalhado”, sua abrangência é perceptível aos consumidores, tanto que muitos guardam na memória várias delas, alguns dizem que a Propaganda é a alma do negócio, na verdade é, pois muitas empresas trabalharam tão bem esta ferramenta de Comunicação que após deixarem de existir ainda resta na mente do consumidor a Propaganda.
Algumas pessoas chegam a dizer que a Propaganda serve para vender, na verdade isto não ocorre, o que acontece é que a Propaganda serve para lembrar o consumidor aquilo que ele precisa comprar.
Um exemplo pode ser dado com uma Propaganda de calçados femininos, quando um homem assiste na televisão, Internet, vê um anúncio em jornal etc., ele não compra, simplesmente porque não irá usar tais sapatos, ou então uma Propaganda de acessórios femininos.
Se fosse tão fácil vender pela Propaganda, nenhuma pessoa compraria um carro mais simples, somente as roupas mais caras seriam vendidas, não haveria espaço para a concorrência, pois com maiores investimentos em Comunicação, em especial a Propaganda, fica muito mais fácil para uma empresa de grande porte atingir mais pessoas e mais intensivamente.
Na Propaganda pode-se notar algumas qualidades como:
 
  • Apresentação pública: a natureza pública da Propaganda confere certa legitimidade ao produto e também sugere uma oferta padronizada, como muitas pessoas recebem a mesma mensagem, os compradores sabem que os motivos para a compra do produto serão compreendidos publicamente;
  • Penetração: a Propaganda permite que a mensagem seja repetida muitas vezes e que o comprador receba e compare a mensagem de vários concorrentes, a Propaganda em larga escala transmite algo positivo sobre o tamanho, o poder e o sucesso do fornecedor;
  • Aumento da expressividade: a Propaganda oferece oportunidades para colocar em cena a empresa e seus produtos por meio do uso artístico da impressão, do som e da cor;
  • Impessoalidade: o público não se sente obrigado a prestar atenção nem a responder à Propaganda, a Propaganda é um monólogo, e não um diálogo.

A Propaganda pode ser usada para desenvolver uma imagem duradoura para um produto ou para estimular vendas rápidas, lembrando o consumidor da necessidade da aquisição do produto.
Fonte: KOTLER, Philip. Administração de Marketing, São Paulo, 10ª Edição, 2004.




Notícias sobre propaganda e Marketing? Acesse o Portal do Marketing.net