5 dicas para Marketing Pessoal
Por Rogerio Martins
12/01/2010

Marketing Pessoal é uma ferramenta de gestão de carreira que foi muito confundida com o antigo "puxa-saquismo". Com dizem por ai: uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Marketing Pessoal é técnica, "puxa-saquismo" ou bajulação é meramente oportunismo.

Para fazer o verdadeiro marketing pessoal é preciso ficar atento a algumas regras e por isso divulgo abaixo cinco dicas para você fazer seu marketing pessoal e decolar na carreira.

5 DICAS PARA MARKETING PESSOAL

1. DEFINA SEUS OBJETIVOS - tudo começa com o que você quer, deseja ou sonha. Estabeleça alguns objetivos pessoais e profissionais de forma clara e objetiva. Coisas do tipo "ser feliz" ou "alcançar o sucesso" são muito vagas e não fazem com que você realmente atinja o que deseja. Portanto, seja específico em seus objetivos, por exemplo: alcançar uma promoção no período de três anos; atuar no segmento de minha formação acadêmica ao término de meu curso superior.

2. FAÇA UMA AUTO-ANÁLISE - quais são suas principais características positivas? O que você realmente faz bem e que faz a diferença? E o que você percebe ser uma deficiência ou carência? Escreva e peça para alguém próximo e sincero que faça o mesmo sobre você. Avalie se é preciso investir tempo e recursos para aprimorar alguma competência.

3. AVALIE O MERCADO - é fundamental fazer o acompanhamento do mercado de trabalho. O que as empresas estão buscando em termos de características pessoais e competências profissionais em seu segmento de atuação? Pesquise, converse com pessoas da área, informe-se.

4. MOSTRE-SE - ninguém recebe uma promoção ou conquista um emprego se as pessoas não souberem de suas intenções. Por isso, é preciso mostrar-se na empresa ou no mercado. Participe de eventos na área. Converse com amigos. Inscreva-se em grupos virtuais. Enfim, mostre sua cara. Apenas tome cuidado para não exagerar, pois este é a grande diferença entre marketing pessoal e bajulação e chatice. Participe dos eventos, mas cuidado para não "alugar" as pessoas pedidindo emprego ou promoção, aumento salarial etc. Procure agir de forma natural, mesmo que esteja há muito tempo no mercado.

5. AVALIE SEU PROGRESSO - faça avaliações periódicas do seu desempenho em relação aos objetivos traçados. A medida que for conquistando algumas vitórias anote o que foi decisivo para isso. Caso não esteja acontecendo conforme você previu, também procure analisar o que está faltando ou, as vezes, exagerando. Peça ajuda de algum profissional especializado caso sua carreira não decole e não consiga perceber a causa.

Qual sua dica de marketing pessoal? O que você faz e pode compartilhar com nossos leitores? Comente, participe!!!
Rogerio Martins é Psicólogo, Consultor de Empresas e Palestrante. Especialista em Liderança e Motivação. Sócio-Diretor da Persona Consultoria e Eventos. Autor do livro Reflexões do Mundo Corporativo. Membro do Rotary Club de SP Santana (Distrito 4.430).