Desenvolvimento e Implantação da metodologia PSOC- Programa de Superação de Obstáculos de Crescimento.
Por Ivan Postigo
03/05/2010

A linha de condução dos trabalhos da maioria dos gestores é a de evitar problemas, certo?

Problemas preocupam, incomodam, tiram nosso sossego e tranqüilidade, contudo não é essa a linha conduta das pessoas bem sucedidas e dos conquistadores.

Na nossa vida pessoal e profissional todos nós buscamos o crescimento, o enriquecimento, para termos maior conforto e uma existência mais prazerosa.

É verdade que nem sempre os caminhos estão livres e desimpedidos, nos obrigando a uma série de sacrifícios. Muitas horas a mais de trabalho, apesar do cansaço, noites de sono perdidas, lanches rápidos no lugar do almoço, quando é possível. Os exemplos são muitos e variados.

Uma cuidadosa observação vai nos mostrar que dois fatores impedem nosso crescimento: Obstáculos e falta de propósito.

Obstáculos demonstram que há atitude. A falta de propósito indica exatamente o contrário: Não há planos ou não há ação.
Muitos estudiosos de gestão são enfáticos ao afirmar que nas empresas não faltam planos, a falta é de efetivas ações para sua concretização.
O homem resiste às mudanças, estas o tiram de sua zona de conforto. Planos arrojados fazem com que trabalhemos no limite de nossas competências. Isso nos fragiliza, pois certamente cometeremos mais erros e estes consideramos obstáculos ao nosso crescimento.
Significa, então, que temos que ser substituídos? Evidentemente que não, apenas que para aquela tarefa precisamos adicionar competências!

O PSOC tem exatamente essa função: Descobrir o que impede o crescimento e corrigir esse aspecto.
O gestor, nesse processo, não evita os problemas, os procura.
Duas perguntas básicas iniciam o processo:
Estamos crescendo?
Por que não?

Sete passos são fundamentais nesse processo:

1) Estabelecimento de plano de crescimento. Havendo devemos avaliá-lo;

2) Implementação de ação para concretização e materialização, uma vez o plano aprovado;

3) Localização de obstáculos de crescimento;

4) Identificação de colaboradores que possam adicionar competências às soluções de superação de obstáculos;

5) Desenvolvimento do programa de superação dos obstáculos;

6) Implementação das ações de superação dos obstáculos;

7) Realimentação do plano de crescimento.

O PSOC visa manter a dinâmica pessoal e empresarial para atingir os objetivos propostos.
Toda ação deve gerar os resultados esperados, não ocorrendo é sinal que um obstáculo foi encontrado.
Toda simulação que puder antecipar obstáculos deve ser realizada, afinal o propósito é eliminação de barreiras.
No PSOC o trabalho em equipe e a fluidez da comunicação são fundamentais.
Dois aspectos merecem atenção especial e destaque: Liderança e comando que possam manter a dinâmica do processo.
As respostas devem ser rápidas e efetivas para que o plano de crescimento não sofra atrasos.
Ao agir proativamente o gestor estará sempre em busca de superação. O objetivo primeiro não é superar concorrentes e competidores, mas suas próprias limitações e de sua empresa.
A implementação do PSOC cria um estado de atenção e possibilidades de sucesso permanentes.

Ivan Postigo é Economista, Bacharel em contabilidade, pós-graduado em controladoria pela USP. Autor do livro: Por que não? Técnicas para estruturação de carreira na área de vendas e diretor da Postigo Consultoria de Gestão Empresarial - Fones (11) 4526 1197 / ( 11 ) 9645 4652
www.postigoconsultoria.com.br - ipostigo@terra.com.br