A Empresa "Foco no Cliente"

Por Paulo Araújo

17/06/2010

 

Basicamente existem dois tipos de empresas:

1. A empresa focada na produção - neste caso a empresa tem toda sua expertise reconhecida no produto. A qualidade é indiscutível, seus métodos de produção e custos são fantásticos, porém deixa muito a desejar nas suas políticas de vendas e no relacionamento com o cliente. Isso é muito comum em casos de empresas que detêm uma tecnologia ou que ainda tem "uma certa" exclusividade no mercado.

2. A empresa focada no cliente - essa já é bem diferente da outra e procura produzir e vender o que o mercado necessita. Procura satisfazer e surpreender o seu cliente. Sabe que a concorrência é forte e o que hoje é diferente logo será lugar comum.

É claro que qualidade vende e sua empresa deve estar atenta aos custos e métodos de produção, mas de nada adianta produzir bem se não tem para quem vender. Mesmo quando for o caso de alguma inovação, ela só tende a dar certo se houver indícios de que o mercado está pronto para aceitá-la.

Vamos ver agora como transformar a sua empresa e fazer com que todos tenham o foco no cliente e que entendam de uma vez por todas que todos somos vendedores e que trazemos em nosso sobrenome o nome da empresa em que trabalhamos.

Crie uma cultura voltada para a satisfação do cliente. Eu aposto o que você quiser que na famosa declaração de missão ou valores da sua empresa consta de alguma forma o dueto de palavras - satisfação e clientes. Agora, será que o seu cliente realmente está satisfeito? Ele sente de alguma forma que a empresa importa-se com ele? A empresa deve ter uma cultura toda voltada para a satisfação do cliente e os líderes devem ser os maiores exemplos. Palavras bonitas de nada adiantam quando não são acompanhadas de ação.

Treine a sua equipe. Em todos os treinamentos da empresa sempre relembre o compromisso para com a satisfação do cliente. Torne isso um mantra! Para satisfazer o cliente tem de ter um método. Você quer uma empresa onde todos tenham o foco no cliente? Sim ou não? Se a resposta for sim então treine sua equipe, treine novamente e treine sempre.

Ouça a voz do cliente. As reclamações do cliente são verdadeiros presentes por que são fontes de melhoria que você ganha de graça. Pense sempre em como melhorar o método de vendas, atendimento e pós-vendas. A voz do cliente deve ser ouvida e levada em conta na hora de definir a estratégia da empresa, na hora de planejar e executar qualquer atividade. A voz do cliente deve ser sempre levada em consideração nos rumos que a companhia pretende definir.

Não fale uma coisa e faça outra. Nada pior do que comprar de uma empresa que diz garantir a satisfação do cliente, que o cliente é nosso maior patrimônio, mas que efetua trocas, meu caro cliente, somente a segunda-feiras. O cliente não perdoa ser enganado! Cuidado coma relação discurso versus realidade.

O cliente é quem manda. Experimente dar mais poder ao cliente. Seja ágil em solucionar os problemas e tenha pouca burocracia na hora do fechamento do negócio. Prove dar mais atenção ao cliente, deixe claro a equipe que é o cliente quem mantém nossos empregos, é quem promove o nosso crescimento. O cliente é a razão de existir de qualquer negócio.

Foco no cliente não é só filosofia. É ação! São políticas bem definidas que se tornam atitudes no dia-a-dia dos colaboradores. Foco no cliente é o caminho para o sucesso! É a melhor receita que conheço para a sobrevivência de qualquer empresa. Está esperando o quê? Vá logo criar a sua!


Paulo Araújo -Conteúdo, interação e bom humor em suas palestras!
Conheça seus livros, artigos, palestras e clientes no site www.pauloaraujo.com.br
Entre em contato e peça uma proposta de palestra pelo telefone (41) 3267 6761 - Curitiba - PR ou pelo e-mail contato@pauloaraujo.com.br




 

O portal do Marketing respeita seus visitantes e usuários. Leia aqui a Política de Privacidade