A Fácil Arte de Falar em Público
Por Maria do Rosário Martins da Silva
30/01/2007

Nos tempos atuais, toda atividade exige uma boa comunicação, tanto verbal como não-verbal. No meio acadêmico, o estudante cada vez mais se depara com disciplinas onde é necessário fazer a apresentação de diversas atividades, seja em sala de aula ou em um Auditório. Ao graduar-se, necessita apresentar-se para Bancas de Conclusão de Curso.

É bastante expressivo o número de alunos que trazem uma dificuldade e se preocupam de uma forma angustiante no momento em que terão que expor suas idéias em público.

Na etapa profissional, tem início a fase de procurar sua colocação no mercado de trabalho, se deparando com processos de entrevistas e dinâmicas de grupos, onde sua comunicação verbal e não-verbal será avaliada. Dentro das Organizações, é cada vez mais freqüente as apresentações em reuniões de projetos, bem como participação em processos de negociação, além de atendimento ao cliente e vendas.

Também poderá ser necessário ministrar palestras em Seminários internos e e externos. Dessa forma, cada vez mais torna-se imprescindível o aprendizado da arte de falar em publico.

“Quem não se comunica se estrumbica”, já disse há muitos anos atrás o saudoso Chacrinha (Abelardo Barbosa), um verdadeiro mestre em Comunicação Oral. Qual era o grande segredo desse gênio da comunicação verbal? Vamos relembrar algumas de suas características principais que podem ser colocadas em prática por qualquer pessoa que queira conquistar a atenção e obter sucesso em sua apresentação.

1) Naturalidade: Chacrinha agia sempre com naturalidade, mesmo que isso pudesse parecer ridículo para algumas pessoas. Ele não tinha, em nenhum momento com a sua fala, o compromisso de acertar 100%. O que as pessoas achavam dele não interferia em momento algum nas suas apresentações.

2) Bom Humor: Encontramos todos os dias pessoas que estão sempre passando a sensação que o mundo todo brigou com ele. Não são capazes de usar o bom humor em sua comunicação. Chacrinha usou e abusou dessa qualidade em todas as suas falas, e quem se lembra de suas aparições na TV, deve-se recordar do quanto ele sorria para a platéia, para os artistas. O sorriso e o bom humor são as chaves que abrem todas as portas necessárias a uma boa comunicação.

3) Empatia: Uma das ações mais importantes nas relações interpessoais e na comunicação é a capacidade de nos colocarmos no lugar do outro. A empatia produz uma aproximação mágica entre as pessoas. O grande mestre da comunicação da TV Abelardo Barbosa, sempre demonstrou essa qualidade, quando se posicionava perante os outros de uma forma empática, tranqüilizando, brincando, sendo amigo e muitas vezes se emocionando com alguém que conquistasse uma vitória ou até mesmo uma derrota em seu programa.

4) Autenticidade: Apesar de suas roupas extravagantes, próprias de um personagem criado, Chacrinha jamais deixou de sero. Autêntico Naturalmente expansivo, alegre, irreverente e carismático, nunca se deixou levar pelo julgamento dos outros. Ele não foi apenas um bom comunicador, foi uma grande pessoa em sua plenitude na arte de encantar o público com sua arte de falar.

Portanto, mãos à obra e lembre-se: QUER TER SUCESSO? Comunique-se com o mundo!

Maria do Rosário Martins da Silva é Mestre em Marketing. Especialista em Recursos Humanos e Marketing. Professora em cursos de Graduação e Pós-Graduação. Palestrante nas áreas de Motivação, Empreendedorismo, Recursos Humanos, Marketing, entre outros. Experiência em desenvolvimento de pessoas nas áreas de Marketing, Recursos Humanos, Empreendedorismo, Dinâmicas de Grupos, Jogos de Empresas, Técnicas Vivenciais e Oratória. Contato: zarinhamartins@hotmail.com