Inteligência Competitiva no Ambiente WEB
Por Paulo Roberto Kendzerski
03/04/2006

A expressão Inteligência Competitiva tem sido abordada com freqüência, não só no meio acadêmico mas principalmente no meio empresarial. Mas o que isso significa na prática ??

Revendo um dos inúmeros conceitos que existem sobre Inteligência Competitiva, percebemos que a maioria das empresas não desenvolve nem incorpora nenhuma das etapas de uma estratégia de inteligência corporativa.

Mas vamos ao conceito analisado:

Inteligência Competitiva é um processo contínuo e formalizado pelo qual se avalia a movimentação do mercado em que a organização atua, e as capacidades e comportamentos de seus concorrentes, com a finalidade de criar ou manter vantagem competitiva.

O que isso significa ??

Significa que o empresário que pretende desenvolver um projeto de Inteligência Competitiva precisa planejar as quatro etapas deste processo:

Etapa 1:
A definição das perguntas em função das necessidades identificadas

Etapa 2:
A coleta das informações, feita com base nessas necessidades

Etapa 3:
A análise, formatação e tratamento das informações coletadas

Etapa 4:
As providências a serem tomadas após resultado final da análise.

Complicado ??

Não. Apenas é necessário dedicar um tempo para que estas etapas possam ser planejadas com profundidade. Assim seu projeto de Inteligência Competitiva irá alcançar os resultados esperados. Do contrário, será mais uma empresa a engordar os números de mortandade de empresas no Brasil.

Segundo uma pesquisa do Sebrae, os dois principais motivos das empresas quebrarem são:

1º motivo: Deficiências no planejamento prévio à abertura
As empresas muitas vezes nascem sem nenhum estudo de viabilidade do negócio a ser desenvolvido.

2º motivo: Gestão empresarial
Deficiências na gestão do negócio (fluxo de caixa, finanças, aperfeiçoamento de produto, divulgação, vendas/comercialização, não busca assessoria técnica/profissional)

E quais são as barreiras para que uma empresa dê certo e alcance o equilíbrio ?

Dados X Informações

Diariamente centenas de dados ficam disponíveis para as empresas. É fundamental transformar estes dados em informações úteis. O quadro abaixo mostra as etapas de transformação dos dados em informação.

A informação se bem analisada irá gerar um conhecimento do mercado. As próximas etapas são o planejamento das ações e a análise dos resultados obtidos.

Como nosso artigo aborda Inteligência Competitiva no ambiente WEB é fundamental que o projeto do site contemple a extração de inteligência, baseado numa visão de ROI, conforme abaixo:

Completando a visão do ROI, é fundamental que o site da empresa evolua nas suas ferramentas de análise de mercado.

Em 1995, o fundamental era ter audência.

Em 2000 a necessidade passou a ser o conhecimento do perfil do visitante.

Em 2005, as empresas líderes de mercado passaram a ter a necessidade de identificar o visitante. Assim, se define as estratégias visando ampliar mercados.

Sempre pergunto nos eventos que participo quem é a empresa líder do mercado no segmento X.

E logo em seguida pergunto quem será o líder daqui a 10 anos. Você saberia a resposta ??

As mudanças de Mercado estão apenas começando. E a sobrevivência e o crescimento das empresas passa por uma compreensão destas mudanças. A frase abaixo representa o que penso sobre quem serão as empresas líderes de mercado no futuro.

“Não é a posição de hoje que vai definir os líderes de mercado no futuro mas sim a capacidade de inovar e transmitir a informação de forma ágil, eficiente e por todos os meios disponíveis”

Paulo Roberto Kendzerski é Diretor de Marketing da WBI Brasil, Consultor em E-Business, especializado em Comércio Eletrônico, Prof. de E-Commerce na Faculdade do Planalto (Passo Fundo/RS), Especialista em Estratégias Digitais e Palestrante.