Matriz De Responsabilidades Em Projetos Epc
Por Sergio Lopes de Souza Junior
25/11/2009

Engenharia:
Lista e requisição de materiais
1. Especificação técnica de material do cliente.
2. Descrição e numeração de unidades e desenhos (de acordo com o Planejamento e modelo 3d)
3. Tabela de folga e critérios de arredondamento de materiais.
4. A lista de material deve ter a mesma organização do MTO do projeto 3D.
5. Relacionamento dos materiais do cliente com a biblioteca de material da empresa contratada.
6. Elaboração de lista de material, feito por pessoa especialista em materiais, dentro de software especializado.
7. Elaboração do critério de agrupamento de requisição de materiais feito por pessoa especialista em materiais, em conjunto com o setor de suprimentos visando facilitar a aquisição dos materiais.

Dados do projeto de todas as disciplinas envolvidas
1. CREA de cada responsável por aprovar requisições de matérias.
2. Nome do projetista.
3. Nome do verificador das requisições de materiais.
4. Nome do Aprovador das requisições de materiais.
5. Nome do responsável técnico do projeto.
6. Data da aprovação.
7. Planejamento das datas de emissão das requisições de materiais, em conjunto com o planejamento.
8. O propósito da emissão de cada requisição de material (para compra, para cotação, etc).

Qualidade:
Padrão de Documentação
1. Fornecer e fiscalizar os padrões de documentação do projeto, feito de acordo com as necessidades do cliente.
2. Fornecimento de logotipo.
3. Número do projeto.
4. Nome do projeto.
5. Empreendimento
6. Unidade, módulo, área do projeto.
7. Verificação do nome e da numeração dos documentos de projeto.
8. Fornecimento dos padrões de documentos requeridos pelo contratante.

Suprimentos:
Dados necessários para compras
1. Lista dos fornecedores com os dados de cadastro completos.
2. Elaboração de grupo de fornecedores (fornecedores de tubos de aço carbono, fornecedores de flanges de pescoço, etc.)
3. Local de entrega dos materiais.
4. Dados para emissão de notas fiscais em conjunto com o departamento financeiro.
5. Aprovadores de ordem de compras de acordo com a descrição dos valores de competência para aquisição dos materiais.
6. Termos comerciais.
7. Planejamento das datas de cotações e compra de materiais(Suprimentos/Planejamento)

Financeiro:
Informações para custo
1. Centro de custos.
2. Dados para emissão de notas fiscais.
3. Elaboração de “budget”.
4. Elaboração de matriz de competência para aprovação de compras, estimando os valores de competência.

Planejamento:
1. Planejamento de desembolso, fluxo de caixa e planejamento de “budget”.
2. Medição de eventos.
4. Planejamento de projeto, construção e comissionamento.

Tecnologia da informação:
Infra-estrutura de informática e telecomunicações.
1. Computadores adequados e periféricos.
2. Instalação dos softwares necessários.
3. Estrutura de rede e comunicação adequada para elaboração dos trabalhos.

Suporte de sistemas de projeto:
1. Treinamento nos sistemas de projeto.
2. Instalação dos softwares específicos para o projeto.
3. Suporte dos sistemas envolvidos no projeto (relatórios , extração dedados e integração entre os softwares).

Estrutura de WBS (Work Breakdown Structures ) ou estrutura de quebra de projeto
Hierarquia da quebra de projeto é definida pela gerência do projeto através de categorias atribuídas, perante busca de dados relevantes como lista de linhas, condições de projeto, etc.
A estrutura definida deve estar em acordo com informações que serão solicitadas pela gerência de projeto, engenharia, comissionamento e montagem, visando facilitar o controle do projeto.
Pode variar por projeto de acordo com as necessidades de cada uma das disciplinas envolvidas no projeto.

Sergio Lopes de Souza Junior é Especialista em projetos EPC e automação de projetos de engenharia. Administrador de CAD/CAE Administrador de Sistemas de Materiais Oracle Certified OCA OCP Oracle BI Microsoft MCSE Consultor Técnico