Administração de Conflitos
Por Carlos Alberto Moura Filho
08/07/2011

Um assunto muito discutido, mais ainda com pouca relevância por parte das empresas, é a administração de conflitos.
Tudo começa, quando existem divergências de idéias, conceitos e valores, por parte dos envolvidos no processo de tomada de decisões. Toda estrutura organizacional, conta com um contingente extenso, onde invariavelmente, acontecem discussões, conflitos de interesse, entre outros fatores.
No entanto, você deve estar pensando que tudo isso é ruim e prejudicial para empresa, pois está enganado. Os conflitos existem para o crescimento da organização, contribui para o aumento da criatividade dos colaboradores, aperfeiçoamento das atividades realizadas anteriormente e também cria novos direcionamentos e caminhos da organização.
O cuidado a ser tomado nessa gestão de conflitos é:
* Reconhecer e aceitar com respeito à individualidade de cada ser humano;
* Flexibilidade entre os membros da discussão;
* Bom-senso e ponderação para todas as ações que serão implementadas;
* Acordos entre os membros, para facilitar a tomada de decisão;
*Respeito à hierarquia dentro da organização;
*Argumentação embasada em fatos concretos e apoio sempre de alguns cálculos matemáticos, para corroborar a argumentação feita pelo solicitante.
Os conflitos tem por obrigação, causar esse mal-estar ‘’sadio’’, mas logicamente, dentro de um padrão aceitável e bom senso por parte de todos os colaboradores da organização.

Carlos Alberto Moura Filho é Pós-graduado em Marketing pela FGV