Miopia em Marketing
Por Carlos Alberto Moura Filho
20/07/2011

O mestre deste assunto é Theodore Levitt, professor de Administração em Harvard. Dispensa qualquer tipo de comentários. O termo ‘’miopia’’em marketing se refere à visão das organizações de forma precária, curta, restrita, limitada, uma micro visão, olhando sempre para dentro da empresa.
Na prática funciona da seguinte forma: As empresas estão acostumadas a enxergarem somente seus produtos e serviços, como o melhor produto do mundo. No entanto, sabemos que não funciona dessa forma, porque dependemos da aceitação deste produto no mercado, aceitação por parte dos consumidores desses produtos.
Ou seja, não dá pra olhar somente para o próprio umbigo e sim, para o mercado como um todo e principalmente nossos clientes. Temos por obrigação, saber se eles estão satisfeitos com nossos produtos, se a entrega da mercadoria chega e bom estado, se os nossos produtos atendem as necessidades dos nossos clientes, se estamos fazendo as promoções corretas de acordo com o que nosso cliente deseja. É sabido que toda organização, tem suas limitações, mais na medida do possível, temos que conhecer a fundo os clientes, pois são eles que trazem toda receita para nossa organização.
Temos que saber como nossos concorrentes trabalham, como eles agem, de que forma eles atendem os clientes, qual o diferencial que eles têm que nós não temos. É importante fazermos o ‘’Benchmarking’’, que é a busca de novas práticas, novas soluções que já existam dentro de outras organizações e que iremos buscar e adotá-las para nossa organização também.
Último item a ser citado neste artigo, é o ‘’diferencial competitivo’’, ou ‘’vantagem competitiva’’, onde nós como empresas, temos que buscar algo novo, uma nova atitude, uma nova prática, uma nova solução, qualquer ação que nos coloque na frente de nossos concorrentes. Exemplo: Uma pizzaria que somente atende no balcão e não entrega pizza na residência dos clientes. Aí temos outra pizzaria, no mesmo bairro, que faz a entrega da pizza na residência dos clientes. Aí podemos citar um terceiro caso, onde uma 3ª pizzaria, além de atender no balcão, entrega na residência dos clientes e também entrega um refrigerante grátis, somado a uma borda recheada. Isso já basta para que a 3ª pizzaria chegue à frente de seus concorrentes. Isto nada mais é do que ‘’vantagem competitiva’’, ou diferencial competitivo’’.
Existe um paradigma e precisa ser quebrado e só será quebrado, a partir do momento que as organizações começarem a perder seus clientes para o concorrente da esquina mais próxima.

Carlos Alberto Moura Filho é Pós-graduado em Marketing pela FGV