A Nova Era do Marketing
Por Raphael Natalin Acheti
20/10/2010

O marketing sempre foi visto por muitos consultores e especialistas como uma ferramenta lógica e que, se verificados relatórios gerenciais de anos anteriores, podíamos chegar aos motivos da empresa estar tão mal posicionada no mercado. Bastava apenas analisar os balanços financeiros dos anos anteriores, verificar os investimentos em propaganda e publicidade,estudar o público alvo e pronto! Somente restava passar todas essas informações para o lindo "plano de negócios" e implementar as novas sugestões dos especialistas em marketing. Tudo lindo, todos ganhavam, os consultores ganhavam credibilidade e, os clientes novas oportunidades e consequentemente, lucro. Não critico o modo como o marketing era levado no passado. O plano de negócios e análise do mercado de oportunidades continua sendo crucial, porém nos dias atuais os novos consultores devem ir além disso. O além disso que digo é ter uma visão rápida e prática de novas oportunidades, bastando apenas olhar para como a empresa conduz seus processos internos e externos, prestando atenção como o gerente delega funções, como é a relação interpessoal de todos dentro da organização. Fatores como estes não eram focados nas análises dos especialistas, e ainda não são. O pior é que são nesses fatores simples e iniciais que os consultores mais pecavam e, ainda pecam. Um exemplo prático para todos entenderem, um consultor é convidado por uma empresa para melhorar as posições no mercado dessa empresa e faz tudo certinho. Faz as análises de mercado externo, mercado de oportunidades, plano de negócios, público alvo e tudo mais. Depois disso apresenta para o gerente ou dono da empresa. O dono, por não conhecer muito o processo mercadológico confia nas sugestões do consultor. Após isso o plano de negócios é implementado porém não há retorno algum do investimento. Por que?

Simples. Antes mesmo do consultor pensar em como eram delegados os processos internos da empresa ele já foi lançando todas as análises e sugestões ao mercado, confiando que os processos administrativos e gerenciais da organização eram de plena competência para a implementação das novas oportunidades. Errado!! O consultor do novo milênio, e que quer obter lucro com marketing tem que ter visão global de tudo que acontece, dentro e fora da empresa. E mais que isso, logo na primeira avaliação visual já apontar erros de processo e sugerir novos e otimizados processos, sejam eles administrativos ou técnicos. O "novo consultor de marketing" deve fazer uma avaliação de como é a relação entre os departamentos, como ocorrem os processos internos, como é a cooperação entre os funcionários, tanto na vida profissional como na pessoal. Caros amigos eu afirmo com muita convicção, FUNCIONÁRIO BOM É FUNCIONÁRIO MOTIVADO! e que ganhe bem, mas mais importante que isso são as relações interpessoais que ele tem com toda a empresa, como é sua vida pessoal, quais são seus problemas sejam eles pessoais ou profissionais. Uma boa relação entre as pessoas se resume em uma perfeita comunicação e uma perfeita comunicação entre departamentos reflete em perfeição em qualquer processo ou problema que a empresa enfrente. Uma empresa é como um conjunto de engrenagens, se uma das engrenagens estiver mais devagar ou com problemas todo sistema será comprometido.

Para finalizar o artigo quero dar uma bronca nos supervisores e gerentes de áreas que não fazem a menor questão de conhecer a fundo seus funcionários. Conversem, discutam sobre problemas, se interessem pela vida de seus funcionários. Demonstrem se importar com eles, tanto na vida pessoal, como profissionalmente. Eles são sua maior riqueza e sem eles você e toda a empresa não existem. Muitos julgam que o maior patrimônio da empresa são seus bens imobilizados e investimentos, mas estão errados. O maior bem que toda empresa tem SÃO SEUS FUNCIONÁRIOS!. Se eles não estiverem motivados financeiramente ou, se sentirem presos ou vigiados dentro da empresa ,estarão insatisfeitos e consequentemente não trarão lucros PARA VOCÊ GESTOR! É uma coisa lógica, ou você pensa que você também não faz parte da engrenagem que mencionei anteriormente?? Pensem nisso caros consultores e gestores de empresas.

Raphael Natalin Acheti é Consultor de Marketing e Web Designer da Acheti Assessoria