O que é o Sucesso
Por Reginaldo Rodrigues
30/10/2011

“Demorei seis meses para voltar a respirar normalmente”. Pode parecer uma frase de alguém que sofreu um acidente grave ou teve um AVC, mas não é, essa afirmação é de um amigo após passar pela separação da companheira de duas décadas. Neste período, segundo ele, sentia dores fortes e por duas vezes foi ao hospital sem que nada fosse constatado fisicamente através de exames. Bem resolvido financeiramente, é gerente de uma importante instituição financeira, tranquilo e estimado pelos amigos não conseguiu passar ileso por tal situação.

Pensei por alguns instantes no meu amigo, depois de assistir a um filme solitariamente em uma noite de domingo. Embora possa parecer estranho e incomum ir ao cinema sozinho, o período sabático impõe-nos algumas condições quando o assunto é relacionamento. Há alguns meses “sou de lugar nenhum” parafraseando a banda Titãs em uma das canções do início da carreira. Não tenho residência, um endereço, cada dia, cada noite em uma cidade diferente, hoteis diversos e assim as coisas vão acontecendo. O que é pior, estou acostumando-me a isso. Dizem que até as coisas consideradas ruins, viram hábito e acabamos por acostumarmos.

Muitas pessoas fazem uma associação direta de uma vida familiar estável com o sucesso. Dessa premissa, eu e meu amigo Vicente seríamos pessoas fracassadas. Cabe aí uma análise sobre o que é o sucesso. Em sua opinião o que é o sucesso? Já parou para refletir sobre isso? Acredito ser essa uma questão pessoal. Para uns o sucesso é ter uma família e conviver rotineiramente e tradicionalmente com seus entes queridos. “Se você quiser construir uma relação amiga com seus filhos, terá que se dedicar a isso, superar o cansaço, arrumar tempo para ficar com eles, deixar de lado o orgulho e o comodismo. Se quiser um casamento gratificante, terá que investir tempo, energia e sentimentos nesse objetivo,” afirmou Roberto Shinyashiki em um de seus textos. Concordo que a harmonia de um lar é algo benéfico e agradável, desde que não submeta as pessoas a mediocridade de uma vida monótona de trabalhar, assistir televisão, comer, dormir e engordar, pensando que a vida encerra-se com o casamento e que isso é normal, que deve ser assim.

Paradoxalmente no mesmo artigo o escritor dá-nos, o que poderia ser outra versão para o sucesso. “Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho, sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes. O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem. Mas, para obter um resultado diferente da maioria, você tem que ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados. Não se compare à maioria, pois, infelizmente ela não é modelo de sucesso.” A busca constante de conhecimento e de trabalho, de satisfação pessoal através de uma estabilidade financeira, que às vezes nem vem, ou o simples fato de haver tentativa ou procura, podem causar a sensação de sucesso e bem estar. Sucesso então pode ser fama, dinheiro, reconhecimento ou a procura de tudo isso.

Shinyashiki vai além, ao dizer que se você quiser atingir uma meta especial, terá que estudar no horário em que os outros estão tomando chopp com batatas fritas. Ele fala que para a obtenção deste sucesso deve haver planejamento enquanto os outros permanecem à frente da televisão, e trabalho enquanto os outros tomam sol à beira da piscina. “A realização de um sonho depende de dedicação. Muitos esperam que o sonho se realize por mágica, mas toda mágica é ilusão, e a ilusão não tira ninguém de onde está. Em verdade, a ilusão é combustível dos perdedores,” conclui.

O sucesso portanto começa dentro de cada um, de acordo com seus desejos e aspirações. Está na felicidade proporcionada pelo observar da beleza de uma simples pétala de rosa cair ou no balançar de um galho de árvore, no ver o voar de uma borboleta com suas cores e graça peculiares, ou na conquista do primeiro milhão, como buscam desesperados alguns profissionais americanos. Por mais que caiamos nas armadilhas da vida contemporânea e façamos a opção, às vezes involuntária, de relegarmos os relacionamentos ao segundo plano, não devemos permitir que a tal urgência vire uma paranoia de “tudo deve ser pra ontem”. Devemos produzir, executar, fazer, sempre com qualidade e emoção, carinho e paixão, para que os resultados sejam significativos em todos os sentidos. O êxito é o resultado final satisfatório, isso é o sucesso.

Se algumas pessoas ficarem pelo caminho neste seu percurso, reconheça o valor de cada uma delas em determinado momento. Não pense que o seu percurso é mais importante que o dela, afinal de contas você também terá ficado pra trás no caminho que ela está percorrendo. Acima de tudo não deixe marcas negativas, elas nada têm de dignificantes. Sobre, de fato, o que é o sucesso, grandes pensadores já fazem tal questionamento há séculos sem uma resposta conclusiva, portanto certamente também não era nossa intenção esgotar o tema, seria muita pretensão. Independente de qual significado tenha, que você o encontre, ou pelo menos busque com dedicação. Para chegar ao sucesso é preciso querer, planejar e ir ao encontro de um objetivo.

Reginaldo Rodrigues é Graduado em Comunicação Social com Pós em Gestão Estratégica em Marketing - Palestrante e Consultor - Blog: reginaldorodrigues100.blogspot.com - Twitter: twitter.com/reginaldorod - Site: www.rcem.com.br