Fale Conosco Política de Privacidade
   

 

Plano de Negócios

Por Reinaldo Müller

21/01/2011

 


Um Plano de Negócios é um documento escrito preparado por um único empresário, ou por sócios que descreve as metas e os objetivos de um negócio juntamente com os passos necessários para o seu alcance. É também referido como uma proposta, um programa ou um plano de ação. Qual é a sua principal função? É obrigar o empresário a organizar suas idéias sobre a viabilidade de seu negócio. Ele elimina a organização instintiva. Ele leva à preparação de um documento, por escrito, através da descrição dos fundamentos racionais para o início e operação de um negócio. Ele substitui as declarações, intenções e afirmações pessoais baseadas nas sensações, na fé e na esperança, por números e lógicas documentadas. Em que consiste um Plano de Negócios?
Não há Plano de Negócios geral que atenda às todas as necessidades. Cada Negócio conta com seu próprio conjunto de fatores e condições que são únicos. Por exemplo: ao se iniciar um Negócio, é fato que não há um histórico financeiro. Assim, nenhuma de suas projeções financeiras pode ser baseada em vendas realizadas, lucros passados, etc. Convém lembrar que um Plano de Negócios não é o mesmo que uma proposta financeira ou uma "solicitação de empréstimo". A solicitação de empréstimo pode ser extraída de um Plano de Negócios uma vez que compreende, principalmente, a parte financeira de um Plano de Negócios. Entretanto, nem todos os Planos de Negócios são destinados a servir de apoio em pedidos de empréstimos, e alguns podem ser empregados apenas como planos operacionais. Se você consegue completar seu plano terá dado credibilidade e autoridade à sua idéia. Qualquer um pode falar sobre uma idéia, mas, colocá-la no papel implica em compromisso, pesquisa e muito trabalho duro. Se seu plano não for efetivo no papel, certamente, não funcionará no mercado. Ao escrever um Plano de Negócios você estará tendo uma oportunidade única para pensar, cuidadosamente, em todos os detalhes do Negócio antes de gastar seu dinheiro em idéias incompletas, intuições ou pressentimentos. Uma vez concluído, há uma série de aplicações em potencial para seu Plano de Negócios. Primeiramente, é um poderoso documento na busca de financiamento. Um Plano de negócios é um pré- requisito para se falar com um capitalista e/ou outros investidores. Ele é também um documento que pode impressionar seu banco no momento em que solicitar um empréstimo. Como regra geral, quanto mais dinheiro você desejar solicitar aos investidores, mais detalhado deverá ser seu Plano de Negócios. A segunda aplicação importante de seu Plano de Negócios é como um plano operacional para dirigir suas operações. Assim como, um plano de construção de uma casa, seu plano vai lhe dizer o que fazer e quando fazer. A terceira aplicação de seu Plano de Negócios está subentendida nas duas citadas acima, e consiste em provar a viabilidade de sua idéia empresarial. Se sua idéia merece seu tempo e dinheiro, pesquisar e escrever um Plano de Negócios é uma forma excelente de testar suas intenções. Isto testará também sua motivação para abrir um Negócio. Se você não considera atrativa a idéia de escrever um Plano de Negócios é possível que não queira de fato entrar num Negócio ou que deseje interromper esta iniciativa. Se você pretende, seriamente, iniciar ou expandir um Negócio já existente, descobrirá que tanto a preparação quanto o uso de um Plano de Negócios são de grande valor, e ao mesmo tempo você será capaz de pôr em prática as características do comportamento empreendedor de modo que não apenas tenha um valioso documento empresarial, mas, também melhore sua capacidade empreendedora.

O prof. Reinaldo Müller é Consultor de Marketing e Vendas - Instrutor de Vendas - Especialista em Gerência de Vendas pela ADVB-SP - Multiplicador de ENDOMARKETING (Planeta Marketing/SP). Escreve com grande desenvoltura sobre Marketing - Vendas - Gestão e Administração de Empresas - Filosofia - Psicanálise - Psicologia. Site: http://wwwreinaldomuller.blogspot.com/

 



Notícias sobre propaganda e Marketing? Acesse o Portal do Marketing.net