Qual é a diferença entre Logotipo e Logomarca?

por Daniel Portillo Serrano

05/11/2011


  

Uma das perguntas mais recorrentes nos cursos de Marketing e Comunicação Social é a referente às diversas nomenclaturas do logo ou marca de uma empresa. Diversas disciplinas discorrem sobre o assunto: Desde a semiótica até modelos de gestão. Cada qual apresenta a sua defesa e seus argumentos para determinar o que é um logo. Mas, independente das diferentes definições que são dadas ao logo, a verdadeira pergunta que fica é: “Logo” é a abreviação de “Logotipo” ou de “Logomarca”? O que é um símbolo? Marca? E, em qualquer dos casos, qual a real diferença entre um e outro?

Logotipo é a representação mais aceita pelo mercado publicitário, por ser a mais antiga. Muitos consideram a logomarca como um neologismo, ou uma palavra inventada para representar uma nova forma de logotipo.

Esta corrente defende que o logotipo é a marca da empresa escrita em uma determinada forma. Utiliza-se uma família de tipos ou de fontes específica que caracterizem a empresa. O Logotipo é portanto, uma forma em que pode ser lido o nome da empresa. A Sony, A Google, A JVC e a Petrobrás são exemplos de empresas que utilizam logotipos. Veja as imagens abaixo:

Logotipos

Note nos logotipos acima que todos eles são formados com letras em tipologias diferentes, o que faz com que sejam associados às suas empresas imediatamente.

Quanto aos desenhos avulsos, utilizados na identificação das empresas, como o “c” da Nike e a maçã da Apple, são chamados pelo mercado de símbolos ou marcas. Podem ser desenhos geométricos, sinais, representações, animais, ou qualquer outro, desde que não utilizem o nome da empresa por extenso.Por serem símbolos, são convencionados. Ou seja, Um pessoa que nunca tenha visto o desenho do Panda associado à ONG WWF, nunca saberá que o símbolo se refere à instituição. Da mesma, alguém que veja uma concha amarela e nunca tenha conhecido a Shell, não associará o símbolo à organização. Alguns símbolos podem ser associados pelo significado. Assim a maçã pode remeter à empresa, já que em inglês, tanto o símbolo como o nome da empresa se referem à expressão "Apple". Da mesma forma a concha amarela, que em inglês se chama Shell. Mas nunca haverá a certeza a respeito de qual símbolo se refira a qual marca a não ser que alguém em algum momento tenha nos mostrado o símbolo associado à empresa.

Símbolos ou Marcas

Já logomarca seria o desenho de um símbolo que representasse a empresa, associado ao nome. mas que não obrigatoriamente utilizasse tipos (ou letras). A maçã da Apple, associada ao nome da empresa  seria uma logomarca e  "Google" escrito em letras seria um logotipo. Veja exemplo de logomarcas na tabela abaixo:

Logomarcas

Assim, para acabar com a discussão, neologistas afirmam que se o nome da empresa é formado por letras se trata de um logotipo (um logo formado por tipos) e se houver desenhos ou estilização, será uma logomarca (logo formado por marca). Portanto, por via das dúvidas as pessoas costumam se referir a qualquer um dos casos com a expressão “logo” já que a diferenciação descrita pelos neologistas não é totalmente aceita por correntes mais tradicionais.

Dessa forma, a definição mais bem aceita atualmente é:

Logotipo é a identificação da empresa feita por letras

Símbolo ou Marca é um desenho que identifique a empresa

Logomarca é a união do símbolo ou marca com o Logotipo.

Os logotipos, símbolos e logomarcas estão tão associados à empresa que representam que, muitas vezes, se algum elemento for alterado ou se o próprio nome da empresa for mudado, a pessoa continuará "enxergando" a empresa original. Veja as imagens abaixo com atenção. O trabalho foi feito por Mario Amaya e publicado em seu blog. :

Logos Alterados

 

Assim, as logomarcas ficam tão associadas à empresa que poucos se atrevem a fazer grandes mudanças. Mesmo assim, são clássicas algumas evoluções:

Evolução de logomarcas

 

Para Acessar outros artigos de Daniel Portillo Serrano, clique sobre o nome.

 

Daniel Portillo Serrano é Palestrante, Consultor e Professor. Bacharel em Comunicação Social com ênfase em Marketing Pela Universidade Anhembi Morumbi, e pós graduado em Administração de Empresas pelo Centro Universitário Ibero-Americano - Unibero, Mestre em Administração de Empresas pela Universidade Paulista - UNIP. É consultor de Marketing e Comportamento do Consumidor e editor dos sites Portal do Marketing e Portal da Psique . Tem atuado como principal executivo de Vendas e Marketing em diversas empresas do ramo Eletroeletrônico, Telecomunicações e Informática. É professor de Marketing, Administração, Estratégia, Comportamento do Consumidor e Planejamento em cursos universitários de graduação e pós-graduação. Acesse aqui o Currículo Lattes de Daniel Portillo Serrano  . Veja um Vídeo do Daniel Portillo Serrano. Veja uma Palestra de Daniel Portillo Serrano.




 

O portal do Marketing respeita seus visitantes e usuários. Leia aqui a Política de Privacidade