A resiliência é um conceito extraído da física que podemos definir como a capacidade intra-psíquica e pessoal de lidar com problemas, superar obstáculos ou resistir, de lutar, de agir activamente face às adversidades vividas actualmente quer em termos pessoais quer em termos profissionais.
Alguns aspectos capazes de melhorar a nossa resiliência passam por controlar as emoções, promovendo comportamentos assertivos entre as pessoas, ser positivo, analisar o meio ambiente procurando identificar as soluções para os problemas, empatia, pro-actividade e capacidade de potenciar sinergias com outras pessoas na busca constante de soluções conjuntas.
Assim, é fundamental tentar constantemente descobrir os próprios limites, aprendendo com as experiências nossas e dos outros, partilhando conhecimentos e adquirindo competências e habilidades capazes de transformar a nossa realidade gerando a acção esperada.
Podemos dizer que os grandes resultados implicam um exigente e constante de conhecimento, partilha de experiências e grande empenho, pois, sem dedicação, esforço e atitude positiva não existem resultados positivos.
Outro aspecto relevante nesta matéria tem a ver com a perspectiva com que cada um de nós tem em relação ao nosso próprio posicionamento, pois, temos que controlar as nossas decisões, pois, são elas a nossa realidade e devemos assumir toda a responsabilidade daquilo que a vida nos devolve.
Torna-se necessário encontrar em nós próprios energia positiva observando, e emanando ideias positivas a nós próprios, comprometendo-nos nas acções em que nos envolvemos, melhorar os nossos relacionamentos, agradecer pelas coisas boas que temos.
Neste sentido, a percepção da realidade, é para nós, a nossa realidade e assim é fundamental alterar ou fortalecer o nosso mind set, ou seja, os nossos pensamentos e neste sentido, devemos fazer com que o nosso sorriso mude o nosso mundo e não deixar que o mundo mude o nosso sorriso.
Segundo Dan Gould, “nunca será possível mudar o vento, mas podemos alterar as velas”. Neste sentido, é importante aceitar encontrar as melhores soluções adequadas a cada momento.
Segundo Martin Luther King “o carácter de um homem não se vê em momentos de conforto, mas em tempo de dificuldade”. Podemos verificar através deste pensamento que é saindo da zona de conforto e enfrentando dificuldades que se encontram as forças que são precisas para melhorar a nossa performance pessoal.
Por último mas não menos importante, devemos ter sempre a capacidade de nos mantermos originais, sendo criativos, dinâmicos e em constante aprendizagem em busca da melhoria continua.

Manuel Pereira é Formador/Consultor de Marketing e Comunicação

O portal do Marketing respeita seus visitantes e usuários. Leia aqui a Política de Privacidade