A Geometria da Sustentabilidade
Por Julianna Antunes
20/02/2011

Todo mundo está cansado de saber que a base de firmação tanto do desenvolvimento sustentável quanto da sustentabilidade corporativa é o triple bottom line, que consiste em buscar um equilíbrio entre as dimensões econômicas, sociais e ambientais. Este conceito está vigente desde a publicação do Relatório de Brundtland, em 1987. Acontece que hoje o mundo é infinitamente mais complexo que 24 anos atrás. Vale lembrar que naquela época ainda existia a divisão mundial em dois blocos e a tecnologia era, comparada com os dias de hoje, incipiente.

Apesar de ainda fazer muito sentido, o triple bottom line já é um tanto quanto obsoleto; já soa estranho ignorar determinados aspectos que acabam por impactar a sustentabilidade. Pensando nisso, fiz um desenho bem tosquento para ilustrar essa evolução e saber se vocês concordam com o tripé virando, hoje, um pentágono e amanhã sabe lá Deus qual figura geométrica.

Levando-se em consideração que aquecimento global e outras catástrofes ambientais estão empurrando comunidades rurais para os grandes centros urbanos e que na maioria das grandes cidades a mobilidade é um problema crítico, acho fundamental a geografia ganhar o seu espaço dentro da sustentabilidade, mesmo quando se fala da sustentabilidade nas empresas.

Mas querem saber o mais interessante da história? Esses cinco pilares foram propostos por Ignacy Sachs em 1997 quando escreveu sobre novas configurações rurais-urbanas e o caos no Brasil e na Índia. Pergunto: o que foi feito, principalmente no Brasil, nesses 14 anos de problemas exaustivamente anunciados?

Mas enfim, o que vocês acham dessa proposta? Ou o triple bottom line ainda dá para o gasto?

Julianna Antunes é Jornalista, corredora de alto rendimento físico e baixo rendimento financeiro, pós-graduada em responsabilidade social empresarial e diretora da Agência de Sustentabilidade, consultoria estratégica de elaboração e implementação de projetos de sustentabilidade. E-mail para contato: sustentabilidade@sustentabilidadecorporativa.com - www.agenciadesustentabilidade.com.br - Blog: www.sustentabilidadecorporativa.com - Twitter: @sustentabilizar

Artigo Licenciado sobre uma licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Não a obras derivadas 3.0 Unported License