Dicionário de Publicidade e Propaganda - Verbetes com a letra I

ILHA DE EDIÇÃO - Centro tecnológico, cheio de luzes, monitores, comandos, onde se faz a edição de áudio e vídeo.

IMPRESSÃO CONTÍNUA - Impressão utilizando um suporte em bobina sobre a máquina rotativa, como acontece nos jornais.

INFLÁVEL - Peça feita de material plástico flexível e hermético que se pode encher de ar, onde pode ser impressas ou pintadas mensagens e /ou imagens.

INFLÁVEL GIGANTE - Objeto de grandes proporções feito de material emborrachado ou nylon com alimentação contínua de ar ou através de um motor.

 

ÍCONE - Sinal identificador.
IDENTIDADE VISUAL - 1. Conjunto de elementos como marca, cor, logotipo, impressos internos, identificação de veículos, fachadas de loja etc., que ajudam a identificar e definir visualmente uma empresa. 2. Parte essencial de qualquer imagem corporativa de marca e que se constitui num sistema de signos visuais (logotipo, cores, letras etc) que dão homogeneidade à marca.
IDENTIFICAÇÃO DO PROBLEMA - Estágio do processo de compra industrial no qual um indivíduo da empresa reconhece um problema ou necessidade que pode ser satisfeita com a aquisição de um bem ou serviço.- ILHA - Exposição de produtos, em uma vitrine, que permite a visualização por todos os ângulos.
IMAGEM CORPORATIVA - 1. Imagem de marca. 2. Imagem de uma empresa, produto ou serviço tem junto ao público. Do inglês bran image.
IMAGEM DE MARCA - 1. Grupo de crenças que os consumidores têm acerca de determinada marca. 2. Uniformidade de todos os elementos internos e externos do ponto de venda. Contribui, junto com os produtos, para tornar "única" a atmosfera característica daquele sistema de franchising.
IMAGEM DO PRODUTO - Forma pela qual consumidores percebem um produto real ou potencial.
IMAGEM INSTITUCIONAL - A forma pela qual um indivíduo vê uma organização.
IMPACTO - 1. Impressão variável provocada no público por uma notícia, fato ou mensagem publicitária. 2. Método forçado, impelido. 3. Impressão muito forte, profunda, causada por diversos motivos.- IMPRESSÃO - 1. Ato ou efeito de imprimir. 2. Marca ou sinal, deixado por um corpo sobre o outro. 3. Processo utilizado para obtenção de jornais, revistas, livros, formulários, folhetos etc.
INDICADOR DE GÔNDOLA - 1. Informações que mostram o conteúdo daquela gôndola. 2. Letreiro.
INDOOR - Painéis, cartazes ou quaisquer materiais de divulgação de um produto ou serviço afixados dentro de estabelecimentos como metrô, ônibus.
INFLÁVEL - Peça pintada ou impressa com mensagens e/ou imagens, feita de material plástico flexível e hermético que se pode encher de ar.
INFORME PUBLICITÁRIO - 1. Matéria paga. 2. Tipo de mensagem publicitária que utiliza características de apresentação gráfica que a tornam parecida com matérias normais do veículo em que foi impressa.
INSERÇÃO - 1. Publicação ou transmissão de um anúncio ou matéria. 2. Colocação.
INVASÃO DE COR - Predominância indesejada de uma cor em uma peça impressa.
ITÁLICO - 1. Grifo. 2. Tipo de letra inclinada que imita a letra manuscrita.

IDENTIDADE VISUAL - Conjunto de elementos como marca, cor, logotipo, placas de sinalizaçao, papelaria interna, identificaçao de veículos, fachadas de loja etc., que ajudam a identificar e definir visualmente uma empresa.
IMAGEM - É o conjunto e crenças, idéias e impressoes que uma pessoa mantém em relaçao a um objeto. As atitudes e as açoes de uma pessoa em relaçao a um objeto sao altamente condicionadas pela imagem desse objeto ou da imagem corporativa a ele relacionado.
IMAGEM CORPORATIVA - Imagem de marca. A imagem que uma empresa, produto ou serviço tem junto ao público. Do ingles "brand image".
IMPACTO - Impressao variável provocada no público por uma notícia, fato ou mensagem publicitária.
IMPACTOS - Total acumulado, em números absolutos das pessoas atingidas por uma mensagem transmitida através de mídia impressa ou eletrônica, durante um determinado período. Exemplo: uma revista com tiragem de 20 mil exemplares e uma média de 4 leitores por exemplar pode nos dar a cada inserçao de anúncio um total de 80 mil impactos.
IMPLEMENTAÇÂO DE MARKETING - É o processo que transforma planos de marketing em açoes específicas e assegura a execuçao dessas açoes de modo a realizar os objetivos estabelecidos pelos planos.
IMPRENSA AMARELA - Assim definida aquele tipo de imprensa sensacionalista, mais conhecida no Brasil corno imprensa marrom.
IMPULSO - Desejo de comprar algo que nao estava planejado.
INDETERMINADO - Anúncio, comercial, peça publicitária veiculada em mídia impressa ou eletrônica sem posiçao de inserçao predeterminada. Tem o preço de comercializaçao menor que a peça com espaço determinado.
INDICADOR DE GÔNDOLA - Informaçoes que mostram o conteúdo daquela gôndola. Letreiro.
ÍNDICE DE AUDIENCIA - Número relativo da audiencia de determinado veículo em horário definido. Quando se tratar de mídia impressa, usa-se a expressao índice de leitura, que indicará a penetraçao de um jornal OU revista em um mercado definido.
INFORME PUBLICITÁRIO - Matéria paga. Tipo de mensagem publicitária que utiliza características de apresentaçao gráfica que a tornam parecida com matérias normais do veículo onde foi impressa.
INPUT - (ingles) Entrada.
INSERÇAO - Publicaçao ou transmissao de um anúncio ou matéria. Colocaçao.
INSERT - (ingles) Encarte.
INSTITUCIONAL - Propaganda sem o objetivo imediato de vender produtos ou serviços. Sua funçao básica é criar uma atitude positiva em relaçao ao objeto de sua divulgaçao.
INTRANET - Rede de área local (LAN) e de área ampla (WAN) que utilizam os protocolos TCP/IP, HTML, SMTP e outros padroes abertos, por meio da Internet, para transportar informaçoes. Uma intranet é de propriedade de uma empresa e só pode ser acessada pelos que trabalham nela.

IGUALDADE DE QUALIDADE- Empresa que tem, ao mesmo tempo, o produto e serviço de melhor qualidade e a clara liderança do mercado. Todavia, como as iniciativas orientadas para a qualidade tornaram- se importantes em maior número de empresas de todos os setores, a alta qualidade tornou- se um critério necessário, embora insuficiente, para o sucesso. Na maioria dos setores, a qualidade de produto tornou- se uma característica igualitária, oferecendo portanto pouca vantagem competitiva.

IMAGEM CORPORATIVA - Conjunto de percepções em relação a uma Empresa, tanto junto a seus consumidores como ao mercado como um todo.

IMAGEM CORPORATIVA: 1.Imagem de marca. 2. Imagem que uma empresa, produto ou serviço tem junto ao público. Do inglês brand image.

Imagem de Marca - O mesmo que imagem corporativa, mas aplicada a um produto/serviço ou linha deles.

IMAGEM DE MARCA: 1. Grupo de crenças que os consumidores têm acerca de determinada marca. 2. Uniformidade de todos os elementos internos e externos do ponto de venda. Contribui, junto com os produtos, para tornar "única" a atmosfera característica daquele sistema de franchising.

IMAGEM DO PRODUTO: Forma pela qual consumidores percebem um produto real ou potencial.

IMAGEM MULTI TEMPORAL - Sobreposição de imagens de uma mesma área, coletadas em épocas diferentes. Essas imagens são normalmente usadas na análise da evolução das variáveis estudadas.

IMAGEM: 1. Representação gráfica, plástica ou fotográfica de pessoa ou objeto. 2. Representação dinâmica, cinematográfica ou televisionada de pessoa, animal, objeto, cena etc.

IMPACT: Veja impacto. 1. Impressão variável provocada no público por uma notícia, fato ou mensagem publicitária. 2. Método forçado, impelido. 3. Impressão muito forte, profunda, causada por diversos motivos.

IMPACTO: 1. Impressão variável provocada no público por uma notícia, fato ou mensagem publicitária. 2. Método forçado, impelido. 3. Impressão muito forte, profunda, causada por diversos motivos.

IMPLANTADORES DE EQUIPES DA QUALIDADE - Responsáveis pela reunião de implantação de cada equipe de qualidade, na qual informará e debaterá com os componentes da equipe os sistemas de qualidade,o objetivo da equipe de qualidade e as orientações para a continuidade dos trabalhos da equipe.

IMPRENSA AMARELA: Tipo de imprensa sensacionalista, mais conhecida no Brasil como imprensa marrom.

IMPRENSA MARROM: Veja imprensa amarela. Tipo de imprensa sensacionalista, mais conhecida no Brasil como imprensa marrom.

IMPULSIONADORES-CHAVE DO NEGÓCIO - Requisitos relativos aos processos vitais da organização,ou seja, aqueles relativos às áreas de atuação,cujo desempenho causa impacto mais crítico no sucesso da organização.

IN BOUND: No telemarketing é o funcionário que recebe as chamadas; receptivo.

IN PACK: Mensagens promocionais ou de resposta direta empresas e coladas dentro da embalagem.

INCENTIVO DE VENDAS: Dinheiro ou outro fator motivador oferecido a vendedores ou representantes com a finalidade de fazê-los exceder o nível de vendas.

INCENTIVO: Recursos motivadores que tem por objetivo estimular a venda ou compra de produtos e serviços.

Indexação Espacial -Procedimento através do qual é possível selecionar porções bem delimitadas de uma grande base de dados, dentro do espaço geográfico.

INDICADORES - São instrumentos elaborados e usados para valorar o cumprimento dos objetivos e metas. São as variáveis dependentes do modelo experimental, usadas para quantificar o resultado das ações. São critérios explícitos de medida,que permitem estabelecer conclusões objetivas sobre aspectos particulares dos programas.

INDICADORES DE VALOR: Expressão mensurável do Atributo de uma Transação (ex.: Rapidez = Número de minutos de espera na fila).

ÍNDICE BIG MAC. É um indicador do poder de compra das principais moedas mundiais, baseado no preço do sanduíche produzido pelas lojas McDonald´s com as mesmas matérias-primas e vendido praticamente em todo o mundo. Criado pela revista The Economist, de Londres, suas variações mensais podem refletir alterações de custos e aumentos ou perdas de eficiência em cada economia na produção dos componentes que entram na produção desse sanduíche.

ÍNDICE BOVESPA. Também denominado Ibovespa (Índice da Bolsa de Valores de São Paulo), é um número que exprime a variação média diária dos valores das negociações, na bolsa de Valores de São Paulo, de uma carteira de ações de cerca de cem empresas selecionadas.

ÍNDICE DE AFINIDADE: Coeficiente entre o percentual de participação de um target no total de consumidores de determinado veículo e o percentual de participação desse mesmo segmento na população. O resultado dessa divisão indica o grau de "afinidade" que o veículo tem como target considerado, à medida que, quando maior do que 100, aponta para uma participação do target na audiência maior do que seria esperada se esse veículo fosse horizontalmente dirigido a toda a população. O conceito tem sido mais aplicado à programação de televisão.

ÍNDICE DE PREÇOS: Medida de relação entre o preço de um bem num momento determinado e o preço fixado como padrão, mostrando numericamente suas altas e baixas.

ÍNDICE DE RESPOSTA: Porcentagem de questionários desenvolvidos em uma pesquisa.

ÍNDICE DE RETENÇÃO DE AUDIÊNCIA: Indicador que representa a variação percentual da audiência no início e no final do programa.

INELASTIC DEMAND: Veja Inelasticidade da demanda. Condição pela qual a mudança do preço do produto para mais ou para menos não alteram a quantidade de demanda.

Inflexão- Ponto em que ocorre uma mudança de comportamento de uma curva matemática. A tangente à curva no ponto de inflexão é igual a zero.

INFLUÊNCIA BOCA A BOCA: Comunicação pessoal sobre um produto entre os compradores - alvo e seus vizinhos, amigos, membros da família e colegas.

INFLUÊNCIA DE COMPRA MÚLTIPLA: Quando não há um único decisor, como na aquisição de máquina e equipamentos em que a área de produção e técnica deve sempre ser ouvida.

INFLUÊNCIA PESSOAL: Efeito das afirmações feitas por um indivíduo, pelas atitudes ou ações de compra realizada por uma pessoa que, por sua posição desfruta de poder de influência.

INFLUENCIADOR: 1. Pessoa cujo o ponto de vista ou opiniões tem algum peso na tomada de decisão de compra final. 2. Alguém que faz parte do processo, e que, por sua experiência ou autoridade de posição, influencia na decisão de compra de um serviço ou produto.

INFORMAÇÃO E ANÁLISE - Um dos sete critérios do modelo de gestão pela excelência.Este critério considera que as informações são o mais importante instrumento para a tomada de decisão. Um gerenciamento adequado das informações visa a alinhá-las às orientações estratégicas da organização. As informações são insumos que surgem em diversas etapas do processo produtivo,incluindo não só as atividades-fim, mas também as atividades-meio. O correto tratamento,a adequada disponibilização e a boa utilização das informações contribuem para o êxito no alcance dos objetivos da organização. A falta de informações adequadas resulta em processos decisórios mais demorados e de maior risco. Por outro lado, o excesso de informações confunde, atrapalha.Por isso, deve-se definir quais são as informações relevantes e necessárias ao processo decisório, visando especialmente às atividades finalísticas da instituição.Essa análise deve ser aplicada aos vários níveis da organização,de tal forma que,em todas as áreas, o fluxo de informações contribua para a integração de todos os órgãos rumo ao atingimento do fim institucional. Às vezes, por inércia, acumulam-se informações cuja obtenção era prática habitual no passado, mas que, mesmo sem uso atual, dá-se prosseguimento no trabalho de sua obtenção, gerando um custo desnecessário. Costuma-se também acumular um conjunto de fontes primárias de informações,sem se ter em vista sua aplicação no processo produtivo,estando as mesmas em desarmonia com a estratégia institucional. Em suma, toda informação que se pretenda obter, consolidar e disponibilizar,deve ser submetida a uma análise que permita compreender alguns aspectos,tais como: a tomada de decisão que necessitará da informação; o agente decisor; a possibilidade de agilização do processo decisório; a relevância da informação face à decisão a ser tomada.

INFORMAÇÕES COMPARATIVAS -Práticas de gestão ou resultados de concorrentes,referenciais de excelência,melhor do setor e/ou outros referenciais que possam ser utilizadas para fins de comparação pela semelhança na natureza da atividade, das estratégias e das prioridades considerando o perfil da organização.

INFORMAÇÕES QUALITATIVAS -Fatos ocorridos interna ou externamente à organização que, após análise, se transforma em informações não quantificáveis e que servem de base para a tomada de decisões sobre as práticas de gestão organizacionais.

INICIADOR: 1. Pessoa que sugere pela primeira vez ou tem a idéia de comprar dado produto ou serviço. 2. Em marketing, indivíduo que sugere que a compra deve ser feita.

INOVAÇÃO - O desenvolvimento de um novo processo,produtos ou serviços em resposta antecipada a necessidades e expectativas de clientes.

INOVAÇÃO I: Estratégia de crescimento de mercado em que a empresa de produtos e serviços pode ter em sua em sua missão a inovação como fator diferenciador, para que isto proporcione sempre um aumento de negócios.

INOVAÇÃO II: Integra os Serviços Evocativos. Tem a ver com a presunção, fundamentada em fatos, de que o produto fornecido provém de fonte atualizada e moderna.

INOVADORES: Indivíduos que buscam sempre atualizar suas empresas, quer do ponto de vista administrativo, quer tecnológico.

INPUT/OUTPUT ANALYSIS: Análise insumo/produto, análise de trocas intersetoriais.

INPUT: 1. Informação liberada do mundo exterior para um dispositivo de processamento de dados. 2. Insumo; fator de produção. Também produzido como entrada.

INSIGHT: Expressão usada quando se faz uma descoberta no momento em que se está criando algum texto ou anúncio.

INSTITUCIONAL: Campanha destinada a institucionalizar a marca em geral, em preocupação especifica de vender determinado produto. Veja propaganda institucional. Propaganda com o propósito de promover um conceito ou a imagem de uma empresa.

INSUMOS: Recursos retirados do meio ambiente, como matéria-prima e mão-de-obra, que podem entrar em qualquer sistema organizacional.

INTANGIBILIDADE DOS SERVIÇOS: Características central dos serviços - eles não podem ser vistos, provados, sentidos, ouvidos ou cheirados antes de serem comprados.

INTANGÍVEL: 1. Bem em que não pode ser tocar, impalpável, intocável. 2. Bem cuja reputação não pode ser tocada; é inatacável, ilibada.

INTEGRIDADE DA INFORMAÇÃO - É um dos aspectos relacionados à segurança das informações que trata da proteção da informação contra modificações não-autorizadas, garantindo que ela seja confiável, completa e exata. Com exemplos de informações passíveis de proteção, em função do perfil da organização e do seu nível requerido de segurança.

INTERAÇÃO- Em análise da variância de dois critérios, o efeito de quando um dos fatores varia segundo diferentes categorias do outro fator.

INTERCEPTO Y- Ponto em que uma reta corta o eixo y.

INTERFACE- Meio conveniente e preciso de o cliente especificar exatamente o que ele necessita. Aspecto importante da customização de massa.

INTERSCIENCE: Estudos de segmentação de mercado.

INTERVALAR- Nível de mensuração de dados; caracteriza dados podem ser dispostos em ordem, e para os quais as diferenças entre valores são significativas.

INTERVALO DE CONFIANÇA- Conjunto, ou intervalo, de valores usados para estimar um parâmetro populacional com nível especificado de confiança; chamado também estimativa intervalar.

INTERVALO DE PREDIÇÃO- Estimativa intervalar de confiança para um valor predito de y.

Intervalo interinterquartil- Metade da diferença entre o primeiro e o terceiro quartil.

Intervalo interquartil- Diferença entre o primeiro e o terceiro quartis.

INTERVIEW: Método de pesquisa em que duas pessoa discutem o tema, baseando-se num questionário estruturado ou não.

INTRANET I - rede de comunicação interna de uma empresa, via Internet, democratizando o conhecimento. Funciona como ferramenta de integração da organização, reforçando a infra-estrutura de comunicação. Qualquer empresa pode ter sua Intranet. As informações e usos da Intranet podem ser os mais variados, como notícias financeiras, troca de mensagens entre funcionários, clipping de jornais, novidades corporativas, enfim, qualquer coisa relacionada ao fluxo de trabalho. Um software impede o acesso a usuários externos. Diversas empresas brasileiras implantaram a Intranet no dia-dia de seus usuários, que através de uma senha, têm acesso a importantes informações da empresa, de qualquer lugar do mundo, otimizando a rotina de trabalho.

INTRANET II: Rede eletrônica local, privada que utilizam os mesmos protocolo da Internet. Tem por objetivo facilitar a comunicação interna das organizações, por meio de uma linguagem cada vez mais universal. É a principal porta de entrada na Internet, pois permite o aculturamento e a aprendizagem para o melhor uso dessa nova mídia.

INTRAPRENEURING: Entrepreneurship na empresa grande, através do qual uma organização procura expandir-se explorando novas oportunidades através de novas combinações de recursos existentes.

INTRÍNSECO: 1. Algo que está dentro de uma coisa ou pessoa e lhe é próprio, interior, íntimo. 2. Algo que está inseparavelmente ligado a uma pessoa ou coisa.

INTRODUÇÃO (CVP) - Fase em que um produto foi desenvolvido e está sendo colocado à disposição do mercado.

INVESTIMENTO CONCENTRADO: Aplicação do total dos investimentos em poucas ações.

IP(INTERNET PROTOCOLO): Protocolo de comunicação de dados no qual se baseia a Internet.

IPSIS LITTERIS: 1. Igualmente. 2. Com as mesmas letras. 3. Citação textual.

ISHIKAWA, K. - Pioneiro nas atividades de TQC no Japão.Em 1943, ele desenvolveu o Diagrama de Causa e Efeito, conhecido também como Diagrama de Ishikawa ou de Espinha de Peixe. Professor da Universidade de Tóquio, Ishikawa publicou dentre outros, os seguintes livros: What is Total Quality Control? The Japanese Way, Quality Control Circles at Work, Guide to Quality Control, Introductionto Quality Control.Ishikawa morreu em 1989.

ISO 1 - International Organizationfor Standardization(Organização Internacional de Normalização).

ISO 14000 - Série de normas internacionais que tratam de sistemas de gestão ambiental.

ISO 2 - Abreviação para Internacional Standard Organization– organização com sede em Genebra que preparou standards para certificação de produtores de bens ou serviços ou de partes dessas instituições. A finalidade das normas ISO(numeradas em 9000-9004,por exemplo) é ajudar as organizações a documentar com eficácia os elementos dos sistemas que devem ser postos em prática para mantê-los eficientes e com qualidade.

ISO 9000 - Série de normas internacionais sobre gestão e garantia de qualidade. NoBrasil, série NBR-ISO-9000.

ISSUE LIFE: Vida útil de uma edição.

ISSUE: Número, edição de uma publicação.

ITEM - Parte ou subdivisão do módulo de planejamento da qualidade, correspondente ao item de avaliação do PNQ, que se destina a facilitara percepção do desdobramento do desempenho organizacional.

ITEM DE CONTROLE - Índice numérico estabelecido sobre os efeitos de cada processo para medir a sua qualidade total. Os resultados de um item de controle podem ser acompanhados pelos itens de verificação. Os itens de controle visam a medir a qualidade total e os resultados de um processo, permitindo que esse processo seja gerenciado, atuando na causa de desvios. “Quem não tem itens de controle, não gerencia.” (Ishikawa, K.).Conjunto de características mensuráveis de um produto cuja verificação deverá garantira satisfação do cliente em relação ao mesmo. São as medidas que permitem controlar a qualidade do produto ou serviço em questão.

ITEM DE VERIFICAÇÃO - Índice numérico (medida) estabelecido sobre as causas que afetam determinado item de controle.

ITEM NÃO-CONFORME - Item que não está de acordo comas especificações ou com o padrão de inspeção.

IVC (INSTITUTO VERIFICADOR DE CIRCULAÇÃO): Órgão controlador da circulação de revistas.

 

Fontes: Ministério da Saúde - Secretaria Executiva - Subsecretaria de Assuntos Administrativos - Vocabulário da Saúde - em Qualidade e Melhoria da Gestão. IAPMEI - Merkatus - Powerminas - Dicionário da Propaganda: Fortunecity - Visualy