Dolly e as campanhas do Dollynho

A Dolly é uma empresa brasileira de refrigerantes que foi fundada em 1987 e que se tornou bastante conhecida no país por suas campanhas publicitárias irreverentes e por sua mascote, o Dollynho.

Desde o início, a Dolly apostou em uma estratégia de comunicação que buscava chamar a atenção do público de forma bem-humorada e descontraída. Seus primeiros comerciais já apresentavam um tom mais irreverente, com jingles que grudavam na cabeça e slogans marcantes, como "Dolly, a guaraná que dá mais onda".

No entanto, foi com a criação do personagem Dollynho, em 2004, que a empresa realmente conquistou o público de forma mais contundente. Dollynho é um boneco verde de aparência infantil, que se tornou o garoto-propaganda da marca e protagonizou inúmeros comerciais de TV e internet.

A campanha publicitária com o Dollynho se destacou por usar um tom ainda mais descontraído e divertido do que as campanhas anteriores da empresa. Os comerciais apresentavam o boneco verde em situações inusitadas e divertidas, sempre com sua fala marcante: "Dollynho, o seu amiguinho!".

Além disso, a campanha contou com uma estratégia de marketing digital que ajudou a popularizar ainda mais o personagem. A empresa criou perfis para o Dollynho nas redes sociais, como Facebook e Instagram, e passou a publicar conteúdos divertidos e interativos, como memes e vídeos curtos.

No entanto, nem todas as campanhas da Dolly foram bem-sucedidas. Em 2017, a empresa lançou uma campanha que usava o bordão "Faz um Dollynho aí", que acabou gerando uma polêmica. A expressão foi associada a um meme que fazia referência a um crime cibernético e a empresa acabou sendo acusada de fazer apologia ao crime. A campanha foi suspensa e a empresa precisou lidar com uma série de consequências negativas.

Apesar desses percalços, as campanhas publicitárias da Dolly ao longo dos anos foram importantes para consolidar a marca no mercado brasileiro e para criar uma identidade própria e irreverente. O Dollynho, em particular, se tornou um ícone da cultura pop brasileira e uma referência em publicidade criativa.

As campanhas publicitárias da Dolly com o Dollynho, que começaram em 2004, apresentavam o personagem em situações cotidianas e divertidas, sempre com sua fala marcante: "Dollynho, o seu amiguinho!". O objetivo era criar uma conexão emocional com o público, principalmente as crianças, que se identificavam com o personagem.

Alguns dos comerciais mais icônicos do Dollynho incluem um em que ele aparece dançando ao som de "Macarena" em um parque de diversões, outro em que ele é o "juiz" de uma competição de comidas, e um terceiro em que ele ajuda uma senhora a atravessar a rua.

Além dos comerciais de TV, a Dolly também criou uma série de vídeos com o Dollynho para as redes sociais, nos quais o personagem interagia com outras marcas e personagens famosos. Por exemplo, em um desses vídeos, o Dollynho aparece jogando futebol com o Pikachu, personagem famoso da franquia Pokémon.

O sucesso do Dollynho foi tamanho que a Dolly criou uma linha de produtos licenciados com a imagem do personagem, como roupas, mochilas e brinquedos. O boneco do Dollynho, inclusive, se tornou um objeto de desejo de muitas crianças brasileiras.

No entanto, a popularidade do Dollynho também gerou algumas críticas. Alguns setores da sociedade acusaram a Dolly de usar o personagem para influenciar o consumo de refrigerantes pelas crianças, o que poderia levar a problemas de saúde. A empresa, por sua vez, sempre negou essa acusação e afirmou que o Dollynho era apenas um personagem de entretenimento.

Apesar das críticas, o Dollynho se tornou um ícone da publicidade brasileira e uma referência em termos de comunicação criativa. Suas falas e suas aventuras continuam sendo lembradas até hoje por muitos brasileiros.